Programa de Aceleración
Linhas de Elvas
Elióptica Abril 2018
Nutriprado
Sanielvas 358x90 - Nov17
Linhas Rádio
Sanielvas 358x90 - Nov17
Assine Já
Linhas Rádio

Mais de 600 operacionais no terreno

Serra de Ossa com mega exercício para testar resposta em incêndios florestais

Neste exercício, que tem como cenário um incêndio florestal, estão a ser testados os processos de decisão estratégica de comando operacional e dos sistemas de comunicação de apoio à decisão operacional.

06 Abril 2018

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) está a realizar até amanhã, dia 7 de Abril, o exercício “PROCIV – Serra de Ossa 2018”.

Este exercício que teve início hoje e que decorre no distrito de Évora, é um dos maiores exercícios multi-agentes realizado nos últimos anos na ANPC. Estão envolvidos cerca de 600 operacionais e 100 viaturas das várias entidades que integram o sistema de Protecção Civil.

No terreno estão diversas corporações de Bombeiros, Forças Armadas, Força Especial de Bombeiros, Guarda Nacional Republicana, Infraestruturas de Portugal, Instituto da Conservação da Natureza e Florestas, Instituto Nacional de Emergência Médica, Juntas de Freguesia dos municípios participantes, Polícia de Segurança Pública, Portugal Telecom, Sapadores Florestais, Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, Administração Regional de Saúde do Alentejo; AFOCELCA, Águas do Vale do Tejo, Centro Distrital de Segurança Social de Évora, Corpo Nacional de Escutas, Cruz Vermelha Portuguesa e Hospital Distrital do Espírito Santo de Évora, Serviços Municipais de Protecção Civil.

Neste exercício, que tem como cenário um incêndio florestal, estão a ser testados os processos de decisão estratégica de comando operacional e dos sistemas de comunicação de apoio à decisão operacional.

Esta acção conta com a participação dos serviços municipais e juntas de freguesia do Alandroal, Borba, Estremoz, Redondo e Vila Viçosa, que servirão de cenário para as ocorrências simuladas.

A ANPC, para além do empenhamento do Comando Nacional de Operações de Socorro, que garante a supervisão do Exercício, conta também com a participação do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora, que garante o comando da operação de socorro e dos CDOS de Beja, Portalegre e Setúbal.

Decorre já o exercício de posto de comando (CPX), isto é, realizado em contexto de sala de operações. Amanhã, sábado, decorrerão exercícios no terreno que irão testar a capacidade de resposta dos meios humanos e dos equipamentos, de forma a avaliar modo as capacidades operacionais das entidades envolvidas.