Linhas de Elvas
Nutriprado
Elióptica Fevereiro 2019
ULSNA Gripe
Linhas Rádio 2019
ULSNA Gripe
Assine Já
Linhas Rádio 2019
Sanielvas 358x90 - Nov17

Mais de 600 operacionais no terreno

Serra de Ossa com mega exercício para testar resposta em incêndios florestais

Neste exercício, que tem como cenário um incêndio florestal, estão a ser testados os processos de decisão estratégica de comando operacional e dos sistemas de comunicação de apoio à decisão operacional.

06 Abril 2018

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) está a realizar até amanhã, dia 7 de Abril, o exercício “PROCIV – Serra de Ossa 2018”.

Este exercício que teve início hoje e que decorre no distrito de Évora, é um dos maiores exercícios multi-agentes realizado nos últimos anos na ANPC. Estão envolvidos cerca de 600 operacionais e 100 viaturas das várias entidades que integram o sistema de Protecção Civil.

No terreno estão diversas corporações de Bombeiros, Forças Armadas, Força Especial de Bombeiros, Guarda Nacional Republicana, Infraestruturas de Portugal, Instituto da Conservação da Natureza e Florestas, Instituto Nacional de Emergência Médica, Juntas de Freguesia dos municípios participantes, Polícia de Segurança Pública, Portugal Telecom, Sapadores Florestais, Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, Administração Regional de Saúde do Alentejo; AFOCELCA, Águas do Vale do Tejo, Centro Distrital de Segurança Social de Évora, Corpo Nacional de Escutas, Cruz Vermelha Portuguesa e Hospital Distrital do Espírito Santo de Évora, Serviços Municipais de Protecção Civil.

Neste exercício, que tem como cenário um incêndio florestal, estão a ser testados os processos de decisão estratégica de comando operacional e dos sistemas de comunicação de apoio à decisão operacional.

Esta acção conta com a participação dos serviços municipais e juntas de freguesia do Alandroal, Borba, Estremoz, Redondo e Vila Viçosa, que servirão de cenário para as ocorrências simuladas.

A ANPC, para além do empenhamento do Comando Nacional de Operações de Socorro, que garante a supervisão do Exercício, conta também com a participação do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora, que garante o comando da operação de socorro e dos CDOS de Beja, Portalegre e Setúbal.

Decorre já o exercício de posto de comando (CPX), isto é, realizado em contexto de sala de operações. Amanhã, sábado, decorrerão exercícios no terreno que irão testar a capacidade de resposta dos meios humanos e dos equipamentos, de forma a avaliar modo as capacidades operacionais das entidades envolvidas.