Linhas de Elvas
Nutriprado
Elióptica Abril 2018
Linhas Rádio
Sanielvas 358x90 - Nov17
Linhas Rádio
Assine Já
Sanielvas 358x90 - Nov17

Condições nas escolas de Elvas preocupam PCP

A Comissão Concelhia de Elvas do Partido Comunista Português (PCP) alertou sexta-feira, dia 16, para as “necessidades permanentes” em escolas do concelho.

16 Março 2018

A Comissão Concelhia de Elvas do Partido Comunista Português (PCP) alertou sexta-feira, dia 16, para as “necessidades permanentes” em escolas do concelho e mostrou-se preocupada com a situação dos “trabalhadores precários”, lamentando o “recurso abusivo à precariedade”.
No âmbito de uma campanha promovida pela Direcção Regional do Alentejo do PCP, que defende a existência de uma escola pública gratuita e de qualidade, a estrutura local do partido distribuiu um documento e realizou uma reunião com a Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento de Escolas Nº1 de Elvas.
Na ocasião, a concelhia do PCP constatou “a necessidade permanente de pessoal”, que, no seu entender, “deve ser satisfeita através da contratação de funcionários com vínculos estáveis, factor determinante para o bom ambiente escolar e reforço da escola pública”.
O partido chamou ainda a atenção para “a urgência de dotar as escolas públicas dos meios e condições necessárias para o cumprimento do papel fundamental na formação das crianças e jovens, nomeadamente alargando a atribuição gratuita de livros e dos manuais escolares”.
Finalmente, o PCP defendeu “a promoção de uma política educativa que assuma a educação como um valor estratégico fundamental para o desenvolvimento do País”.
“Da parte da Comissão Concelhia do PCP foi assumido o compromisso de fazer chegar esta informação ao seu Grupo Parlamentar, para que seja colmatada a carência de funcionários auxiliares de educação e seja posto fim ao uso abusivo de trabalhadores precários para suprimir estas necessidades de carácter permanente, o que não satisfaz nem os professores, pais e alunos, nem os próprios trabalhadores”, concluiu.