Linhas de Elvas
Remax - Já abriu
Nutriprado
Elióptica Junho 2018
Linhas Rádio
Sanielvas 358x90 - Nov17
Sanielvas 358x90 - Nov17
Américo Nunes
Assine Já
Linhas Rádio

Natal: A luz e as sombras

“No Princípio era o Verbo e o Verbo fez-se carne…” (João 1, 14)

25 Dezembro 2017

“No Princípio era o Verbo e o Verbo fez-se carne…” (João 1, 14)

“No Princípio”, o Natal começou no coração de Deus, mas só estará completo quando alcançar o coração dos homens e das mulheres do nosso tempo…
Viver em plenitude o Natal, é deixar sonhar, em nós, a utopia de que Ele, Jesus, pode nascer, hoje, no nosso coração e ser Presença alegre e feliz nos nossos caminhos de Emaús…
Ele anda por aí à procura de “VENTRES” para se fazer Pessoa e de “SINS” que lhe dêem hospedagem e abrigo para se fazer Humanidade e reacender a LUZ da Esperança no coração do Seu Povo.
Natal não é um dia, não é uma quadra, não é um desejo fugaz de que tudo mudará pela solidariedade de um instante…
Natal é deixar que Ele entre, bem cá dentro, e nos implique a vida toda, em todas as horas, em todos os caminhos da vida, para darmos Vida e realidade às promessas do Deus.
Natal é sermos capazes de encarnar o Amor todos os dias, em todos os gestos e atitudes da vida, para dar um Rosto ao futuro e “dar à luz”, dolorosamente, bem sei, um mundo novo de justiça e paz.
Natal é comtemplar os “Meninos de Belém”, do século XXI, que aparecem hoje nos caminhos da nossa vida, e nos fazem viver “em saída”, com o coração cheio da ternura de Deus, e acolhê-Lo nos sinais imprevisíveis e nas surpresas escondidas dos passos de Cristo pela história das pessoas...
O “resto” não é Natal … São sombras de Natal…
Querer que tudo se faça num dia, sem o nosso compromisso, é fogo de artifício, são “Sombras de Natal”, contos de varinha mágica, farsas, pecados de omissão e de indiferença. É estar à janela a ver passar a dor e não descer às “grutas” da fragilidade e do pequeno…
Natal é dar de nós, todos os dias, a todas as hora, a tempo e destempo. Não por nós, mas por Ele, para que Ele tenha Rosto, no rosto de quem o acolhe no irmão…
Natal é tocar no frágil e sabermos que é a Ele que tocamos, que a carne de Deus são os pequenos e os frágeis.
Natal é Deus em nós, a encarnar todos os dias nas nossas atitudes e projetos e agasalhá-Lo para que Ele cresça e se sinta bem em ti. em mim, em nós.
Natal é um convite, diário, a contemplar o Mistério de Deus que se faz Pessoa, na humildade e na pobreza, e deixar que os seus sentimentos sejam também os nossos.
Natal é deixá-Lo ser em nós.
Natal é deixar a LUZ brilhar e assumir como missão ser portador da LUZ porque Ele nos dirá sempre:
“Eu Sou a Luz do mundo e quem Me segue não anda nas trevas”. (João 8,12)

Maria de Fátima Magalhães stj