Linhas de Elvas
Nutriprado
Elióptica Regresso às Aulas
Bricoelvas
Liberdade Branco
Liberdade Branco
Sanielvas 358x90 - Nov17
Bricoelvas
Assine Já

Eduardo Alves mantém-se na liderança da Federação de Portalegre da JS

A Federação de Portalegre da Juventude Socialista teve no passado sábado, dia 16 de Dezembro, o seu Congresso Federativo. Cerca de 60 delegados, em representação dos vários concelhos do distrito, juntaram-se no Convento de São Francisco, em Castelo de Vide, para escolherem os órgãos para o biénio 2017/2019 e debaterem o futuro da região.

19 Dezembro 2017

A Federação de Portalegre da Juventude Socialista teve no passado sábado, dia 16 de Dezembro, o seu Congresso Federativo. Cerca de 60 delegados, em representação dos vários concelhos do distrito, juntaram-se no Convento de São Francisco, em Castelo de Vide, para escolherem os órgãos para o biénio 2017/2019 e debaterem o futuro da região.

A sessão de abertura contou com intervenções do presidente da Comissão Organizadora do Congresso, João Pedro Meira, do coordenador concelhio da JS anfitriã, João Diogo Carlos, e do líder do PS local, Fernando Valhelhas.

Os trabalhos decorreram com a apresentação do relatório de actividades do mandato anterior e a apresentação, discussão e votação da Moção Global de Estratégia "Afirmar o Alto Alentejo - Crescer à Esquerda", unanimemente aprovada pelos congressistas. A parte da manhã encerrou com a eleição do Sérgio Miguéns como militante honorário da estrutura, sublinhando o empenho que este emprestou à organização deste importante momento da vida política da JS no Distrito.

Na parte da tarde foram apresentadas, discutidas e votadas as catorze moções sectoriais que os delegados elaboraram, versando sobre temáticas como o Rio Tejo e o Instituto Politécnico de Portalegre, a Eurocidade Elvas-Badajoz e a Revisão da Lei do Associativismo Jovem, o triângulo turístico Portalegre-Castelo de Vide-Marvão ou a organização interna da JS.

Foram apresentadas e votadas as listas candidatas aos órgãos da Federação.A lista candidata à Comissão Política Federativa foi encabeçada pelo recandidato à liderança da estrutura, Eduardo Alves, de Ponte de Sor, secretário nacional da JS para as políticas de juventude e Presidente da federação nos últimos dois anos, seguindo-lhe a coordenadora concelhia de Gavião e até aqui vice-presidente da federação, e daqui em diante Presidente da Mesa da CPF, Rita Valério.

Os restantes 19 efectivos eleitos neste órgão foram: Bruno Mocinha, Iolanda Cravinas, André Cachola, Andreia Brilha, Rúben Pinheiro, André Caiola e Leila Calado (Elvas); João Mota, João Silva e Ignacio Pranto (Ponte de Sor); Camila Soares e Andreia Fazendas (Gavião); Bruno Anacleto (Marvão); Ricardo Silva, Leonor Papafina, Diogo Aragonez e Marco Pinho (Portalegre); Diogo Chaves e Raquel Sutil (Castelo de Vide).

A lista candidata à Comissão Federativa de Jurisdição foi liderada pela Ana Sofia Rosa, e a lista dos representes da JS na CPF do PS liderada pela Iolanda Cravinas, ambas da concelhia de Elvas .O Secretariado federativo será eleito na primeira CPF do mandato.

Na sessão de encerramento que consagrou os órgãos eleitos, interviu em representação do Secretário geral da JS, Valentino Salgado Cunha, secretário nacional da estrutura, e o Presidente da Federação de Portalegre do PS, Luís Moreira Testa, que enalteceu o papel que a JS vem desempenhando, reiterando que conta com os jovens para rejuvenescer ideias e projectos.

No discurso de vitória o recém-eleito Presidente da Federação, Eduardo Alves, afirmou que "a JS contratualizou uma ambição: a de escrever uma página da história da estrutura no Alto Alentejo" e que "são tempos memoráveis e estimulantes, os que vivemos. Em que o autismo que reinava entre as esquerdas deu lugar a uma nova fórmula, que no entretanto já resgatou um país viciado na austeridade". Acrescentou ainda "o interior voltou a estar sob a alçada dos holofotes governativos. Mas o Alto Alentejo precisa de mais: mais infraestruturas que alavanquem o desenvolvimento, mais varinhas mágicas como a aeronáutica, o turismo e o café. Precisa de mais representação do distrito junto dos centros de decisão, precisa de dois deputados do PS eleitos pelo circulo eleitoral de Portalegre".

Eduardo Alves finalizou com "a certeza que este foi um dos congressos mais participados da vida da JS no Distrito, e o mais participado de todo o interior do país, o que bem evidencia a vitalidade que a JS goza neste momento".

A encerrar os trabalhos, a nova Presidente da Mesa da Federação, Rita Valério, agradeceu a responsabilidade que lhe foi confiada, reafirmando o compromisso da JS em dar um passo em frente, rumo à sua dispersão por todas as latitudes do Distrito.