Coronavírus Covid-19
Linhas de Elvas
Camelo Maio 2020
Jocriauto 012020
Nabeiroauto - Maio 2020
Nabeiroauto - Maio 2020
Sanielvas 358x90 - Nov17
Jocriauto 012020

Reguengos de Monsaraz investe 60 mil euros em computadores e Internet para alunos

A Câmara de Reguengos de Monsaraz adquiriu 142 computadores portáteis e acessos móveis à Internet, que custaram cerca de 60 mil euros, para permitir aulas à distância a alunos do concelho, devido à covid-19.

13 Maio 2020

A Câmara de Reguengos de Monsaraz adquiriu 142 computadores portáteis e acessos móveis à Internet, que custaram cerca de 60 mil euros, para permitir aulas à distância a alunos do concelho, devido à covid-19.
O município explicou hoje, em comunicado, que o investimento abrange 180 agregados familiares e que a entrega dos equipamentos tem estado a decorrer, sendo concluída hoje.
Os 142 computadores portáteis e acessos móveis à Internet são cedidos “aos alunos identificados pelo Agrupamento de Escolas de Reguengos de Monsaraz”, permitindo que estes possam “ter aulas à distância até ao final do ano letivo”, decorrentes da pandemia da covid-19.
Os equipamentos são disponibilizados pela autarquia a todos os alunos que deles não dispunham “e que sejam beneficiários dos escalões A e B da Ação Social Escolar, assim como os restantes estudantes que não estão incluídos em qualquer escalão desde que o seu agregado familiar tenha sofrido perda de rendimento durante o período da pandemia de covid-19”, disse o município.
“A autarquia disponibiliza igualmente computadores e acesso móvel à Internet aos alunos residentes no concelho que pertencem a famílias numerosas com três ou mais filhos exclusivamente estudantes”, acrescentou.
Os equipamentos “são cedidos gratuitamente aos alunos durante o período do ensino à distância”, mas vão ficar depois nos estabelecimentos de educação e de ensino do concelho para serem utilizados pela comunidade escolar, ressalvou a câmara.
“Se for necessário, a autarquia procederá à aquisição de mais equipamentos para garantir a igualdade de oportunidades de todos os estudantes no acesso à educação”, pode ler-se.
Segundo o município, no âmbito desta medida, “foram também identificados os alunos que necessitam de competências em literacia digital e para a utilização dos equipamentos, estando a ser feita essa intervenção por uma equipa de proximidade articulada entre o Projeto + Sucesso e o agrupamento de escolas”, referiu.
A equipa é constituída por professores de informática, professoras bibliotecárias, uma psicóloga educacional e uma técnica de intervenção local.