Coronavírus Covid-19
Linhas de Elvas
Linhas em sua casa
El Faro - Abril 2020
Elióptica 2020 - 5
CCDRA 4º Trimestre 2019
Linhas de Elvas
Jocriauto 012020
Nabeiroauto - Abril 2020
Linhas de Elvas
Nabeiroauto - Abril 2020
Jocriauto 012020
Sanielvas 358x90 - Nov17
Assine Já

CIMAA recebeu comitiva de Cabo Verde do Recognize & Change

A Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA) recebeu, na primeira semana de Fevereiro, as representantes de Cabo Verde do projecto Recognize & Change.

13 Fevereiro 2020

No âmbito das actividades de intercâmbio entre os parceiros do projecto Recognize & Change, a Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA) recebeu, na primeira semana de Fevereiro, as representantes do projecto em Cabo Verde, a vereadora da cidade da Praia, Ednalva Cardoso, e a MLAE, Jairsa Rosário.
Este foi mais um momento de partilha entre estes dois parceiros do projecto, a CIMAA e a cidade da Praia, e durante a sua estadia em Portalegre Ednalva Cardoso e Jairsa Rosário tiveram oportunidade de testemunhar o trabalho que está a ser desenvolvido em Portugal, assistir aos workshops nas escolas, contactar com os jovens educadores e com as dinâmicas que foram criadas para trabalhar a temática da violência junto dos jovens alunos.
Esta troca de experiências entre parceiros são uma componente importante da implementação e do desenvolvimento das temáticas do Recognize & Change, permitindo um contacto com realidades diferentes e com a forma como cada parceiro desenvolve a sua acção no enquadramento das problemáticas relacionadas com a violência e discriminação, que são comum a todos.
Para além da visita à cidade de Portalegre, as representantes de Cabo Verde foram recebidas na Câmara Municipal de Monforte pelo presidente Gonçalo Lagem, que é também o responsável político pelo projecto, e visitaram Marvão, onde foram recebidas pelo vice-presidente da Câmara, Luís Costa.
O Recognize & Change é um projecto co-financiado pela Comissão Europeia - DG EuropeAid e envolve parceiros do Brasil, Bulgária, Cabo Verde, Espanha, França, Grécia, Itália e Roménia, tendo como público-alvo jovens dos 11 a 30 anos que vivem nos países mencionados.
O objectivo é aumentar a consciencialização sobre as diferentes formas de violência e discriminação, particularmente as relacionadas às origens culturais, migratórias e de género, incentivando a participação activa na divulgação de uma cultura inclusiva e não discriminatória. A educação por pares será a forma principal para aumentar a consciencialização dos jovens, para promover a aprendizagem mútua.