Coronavírus Covid-19
Linhas de Elvas
Camelo Maio 2020
Elióptica 2020 - Loja Online
Elióptica 2020 - Proteja os olhos
Bricoelvas
El Faro - Campanha de Verão
Jocriauto 012020
Nabeirauto - Crossland X
Sanielvas 358x90 - Nov17
Nabeirauto - Crossland X
Jocriauto 012020

Dez mortos em cerca de 3400 acidentes na operação Natal e Ano Novo da GNR

Cerca de 3.400 acidentes rodoviários, que provocaram 10 mortos e 57 feridos graves, foram registados pela GNR desde o dia 20 de Dezembro e até às 16h de dia 5 de Janeiro no âmbito da operação Natal e Ano Novo. O número de mortes mantém-se inalterado desde o último dia de 2019.

06 Janeiro 2020 | Fonte: Lusa

Cerca de 3.400 acidentes rodoviários, que provocaram 10 mortos e 57 feridos graves, foram registados pela GNR desde o dia 20 de Dezembro e até às 16h de dia 5 de Janeiro no âmbito da operação Natal e Ano Novo. O número de mortes mantém-se inalterado desde o último dia de 2019.

Segundo os dados provisórios divulgados à agência Lusa, a Guarda Nacional Republicana contabiliza também 929 feridos ligeiros durante a operação Natal e Ano Novo, que terminou às 24h. O oficial de operações no comando-geral da GNR precisou ainda que ocorreram 3.477 desastres desde o dia 20 de Dezembro.

A operação Natal e Ano Novo da GNR começou no dia 20 de Dezembro, com um reforço do patrulhamento rodoviário nas estradas de maior tráfego do país para prevenir acidentes e garantir a fluidez do trânsito.

Para a operação, a GNR mobiliza diariamente cerca de 4.600 militares da Unidade Nacional de Trânsito e dos Comandos Territoriais.

Durante a operação, os militares da corporação estão "particularmente atentos" ao excesso de velocidade, manobras perigosas, ultrapassagens, mudança de direcção e de cedência de passagem, uso do telemóvel durante a condução, não circulação na via mais à direita em autoestradas e itinerários principais e complementares e uso do cinto de segurança.