Linhas de Elvas
Elióptica 2020 - 2
El Faro - Rebajas 2020
Nutriprado
Jocriauto 012020
Nabeirauto Crossland
Jocriauto 012020
Nabeirauto Crossland
Assine Já
Sanielvas 358x90 - Nov17

Casal de idosos desalojado por queda de parede da habitação em Marvão

Um casal de idosos, com cerca de 80 anos, ficou desalojado devido ao desmoronamento de uma das paredes da sua habitação, na aldeia de Barretos, no concelho de Marvão.

22 Dezembro 2019

Um casal de idosos, com cerca de 80 anos, ficou desalojado devido ao desmoronamento de uma das paredes da sua habitação, na aldeia de Barretos, no concelho de Marvão, revelou a Proteção Civil.
O Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre explicou que o alerta para a ocorrência, causada pelo mau tempo, foi dada aos bombeiros por volta das 14:20 de sábado.
“Uma das paredes da habitação desmoronou”, desalojando o casal, “na casa dos 80 anos”, mas sem lhes provocar qualquer ferimento, disse o CDOS.
Os dois idosos “ficam em casa de familiares até o Município de Marvão resolver a situação”, acrescentou.
Para o local, foram mobilizados sete operacionais, apoiados por três viaturas, dos bombeiros, GNR, câmara municipal e EDP.
No distrito de Portalegre, o mau tempo, com vento forte e precipitação, provocou, ao longo do dia, a queda de árvores e de estruturas móveis, pequenas inundações, deslizamentos de terras e danos ou quedas de redes de fornecimento elétrico, mas sem causar danos significativos.
Segundo o CDOS, neste distrito, mantêm-se cortados, desde quinta-feira, troços de três estradas municipais, como medida de precaução, devido ao aumento dos caudais de ribeiras.
No distrito de Évora, de acordo com a página de Internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, também se registaram sábado, sobretudo durante a madrugada e a parte da manhã, pequenas inundações, quedas de árvores, desabamento de estruturas ou deslizamentos de terras.
No distrito de Beja, igualmente sem danos, verificaram-se algumas quedas de árvores, tal como em alguns dos concelhos do litoral alentejano, onde a Proteção Civil contabilizou ainda pequenas inundações.

RRL (VC) // SF
Lusa