Linhas de Elvas
Nutriprado
Elióptica 2020 - 1
El Faro - Rebajas 2020
Jocriauto 012020
Liberdade Branco
Liberdade Branco
Jocriauto 012020
Sanielvas 358x90 - Nov17
Assine Já

Vendas de Natal no comércio tradicional de Évora baixam e perspectiva é negativa

A menos de uma semana do Natal, as vendas no comércio tradicional do distrito de Évora baixaram em relação ao ano passado e a perspectiva dos lojistas para os próximos dias "é negativa".

22 Dezembro 2019

A menos de uma semana do Natal, as vendas no comércio tradicional do distrito de Évora baixaram em relação ao ano passado e a perspectiva dos lojistas para os próximos dias "é negativa".
"Vai ser um Natal mais fraco do que foi o do ano passado", previu hoje o presidente da Associação Comercial do Distrito de Évora (ACDE), Inácio Fernandes, em declarações à agência Lusa.
Segundo o responsável, as vendas da época "não estão a correr da forma como os comerciantes esperavam".
"Pela informação que tenho tido junto dos comerciantes, a expectativa é negativa e não vai mudar muito mais", acrescentou.
No caso da cidade de Évora, referiu o presidente da ACDE, "os comerciantes sentem que não existe tanta procura porque não há animação nas ruas e, assim, não há forma de cativar a visita dos clientes".
Já a "fraca procura" nos outros pontos do distrito, apontou Inácio Fernandes, deve-se "um bocado à desconfiança que existe em relação ao futuro", por causa das "reformas do Estado" que estão em curso.
O responsável lamentou que não exista "uma estratégia para captar clientes para o comércio de rua", como já existe na área do turismo, notando falta de "animação e ruas iluminadas ou de um fator que faça com que as pessoas" visitem a cidade e região.
"Além das grandes superfícies, há localidades que realizam feiras de Natal e fazem investimentos muito grandes em marketing para fazer com que aumente a procura da sua zona", sublinhou.
O presidente da ACDE defendeu que devem existir "sinergias entre as autoridades locais, a associação comercial e os comerciantes" para se encontrar "uma forma de aumentar a procura" pelo comércio tradicional.