Linhas de Elvas
Jocriauto
El Faro - Rebajas 2020
Nutriprado
Elióptica 2020 - 2
Nabeirauto Crossland
Jocriauto 012020
Jocriauto 012020
Nabeirauto Crossland
Sanielvas 358x90 - Nov17
Assine Já

Museu Robinson está encerrado há quatro meses

O Museu Robinson, Núcleo da Igreja do Convento de São Francisco, em Portalegre, está encerrado há quatro meses, situação que a fundação gestora do espaço espera resolver “rapidamente”.

18 Dezembro 2019

O Museu Robinson, Núcleo da Igreja do Convento de São Francisco, em Portalegre, está encerrado há quatro meses, situação que a fundação gestora do espaço espera resolver “rapidamente”, disse hoje à agência Lusa o responsável da instituição.
“O museu está encerrado há quatro meses, porque estamos a desenvolver um trabalho de fundo para devolver todo o espaço Robinson à cidade e resolver toda a questão patrimonial. A questão do museu é provisória”, afirmou o presidente do conselho directivo da Fundação Robinson, João Nuno Cardoso.
O Museu Robinson, Núcleo da Igreja do Convento de São Francisco, é composto por uma parte das cerca de oito mil peças de arte sacra da colecção de Cristos Sequeira.
João Nuno Cardoso, também vice-presidente da Câmara de Portalegre, garantiu que todo o espólio da colecção está “salvaguardado”.
De acordo com o presidente do conselho directivo da Fundação Robinson, que gere o espaço e o espólio da antiga fábrica Corticeira Robinson, está a ser desenvolvida uma estratégia para a área que abrange também a Igreja do Convento de São Francisco, local onde se enquadra o museu.
“Estamos a tentar também que um dos edifícios do espaço Robinson seja integrado no programa Revive, desenvolvido pelo Governo”, adiantou.
“Além de querermos afectar isto ao turismo, queremos criar zonas com salas para conferências, uma residência de estudantes e restaurantes. Tudo isto só se torna viável se conseguirmos inserir o espaço no programa Revive”, explicou João Nuno Cardoso.
A emblemática Igreja do Convento de São Francisco reabriu em 2011, após obras de restauro e conservação, que custaram 1,8 milhões de euros, tendo o espaço ficado dotado para acolher exposições temporárias e apresentar ao público a colecção de Cristos Sequeira.
A Fundação Robinson tem como missão recuperar e salvaguardar o espólio arqueológico industrial da antiga corticeira.
A antiga fábrica Corticeira Robinson ocupa uma área com cerca de sete hectares em pleno centro histórico da cidade de Portalegre, sendo o imóvel de interesse público e classificado, tutelado pelo Ministério da Cultura.
A unidade cessou a actividade industrial em 2009, na sequência da insolvência da Sociedade Corticeira Robinson.
As duas imponentes chaminés da fábrica marcam o perfil da cidade, sendo um dos “cartões-de-visita” do Alto Alentejo.

HYT // MLM
Lusa