Linhas de Elvas
CCDRA 3º Trimestre 2019
Elióptica Julho 2019
Nutriprado
Liberdade Branco
Jocriauto
Sanielvas 358x90 - Nov17
Jocriauto
Assine Já
Liberdade Branco

Câmara de Avis com orçamento para 2020 aprovado por unanimidade

O orçamento da Câmara de Avis para 2020 ronda os 11,3 milhões de euros, cerca de um milhão de euros superior ao deste ano, disse à agência Lusa o presidente do município.

29 Novembro 2019

O orçamento da Câmara de Avis para 2020 ronda os 11,3 milhões de euros, cerca de um milhão de euros superior ao deste ano, disse à agência Lusa o presidente do município.
O orçamento foi aprovado por unanimidade, em reunião do executivo municipal, com os votos a favor dos quatro eleitos da maioria CDU e do vereador da oposição PS.
“No próximo ano, vamos concretizar a via pedonal entre o Clube Náutico e a vila de Avis, com um quilómetro, num investimento de 450 mil euros”, disse o autarca comunista Nuno Silva, que está a cumprir o segundo mandato.
A construção do Centro Geriátrico de Alcórrego é outro dos projetos que vai ser concretizado em 2020, segundo o autarca, num investimento de 750 mil euros.
“A obra da via pedonal aguarda o visto do Tribunal de Contas e o Centro Geriátrico de Alcórrego está em concurso público”, indicou.
Nuno Silva adiantou que se encontram também em fase de concurso público as obras de reabilitação das Piscinas Municipais de Avis, um projeto que prevê um investimento de cerca de 450 mil euros.
“Vamos também construir um centro de recolha animal, que está em fase de concurso público e vai custar cerca de 75 mil euros", disse.
O apoio às associações e colectividades do concelho é outro dos vectores que leva uma “fatia” do orçamento, que direcciona ainda verbas para eventos culturais, como a Feira Franca ou a Feira Medieval de Avis.
“Vamos manter os eventos culturais e, se possível, gostaríamos de puxar para Avis algumas provas desportivas ao nível do triatlo ou do BTT de âmbito nacional”, acrescentou.
Quanto dos impostos municipais, a câmara decidiu manter em 0,30% a taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e em 5% a taxa de participação no Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS) a pagar por pessoas com domicílio fiscal no concelho.
O município cobra uma taxa de Derrama de 1% às empresas com sede ou actividade no concelho e que tenham lucros superiores a 150 mil euros.
O orçamento vai ser votado, a 09 de Dezembro, em reunião de assembleia municipal, constituída por 14 eleitos da CDU, seis do PS e um do PSD.

HYT // MLM
Lusa