Linhas de Elvas
CCDRA 3º Trimestre 2019
Elióptica Julho 2019
Nutriprado
Liberdade Branco
Jocriauto
Liberdade Branco
Sanielvas 358x90 - Nov17
Assine Já
Jocriauto

Castelo de Vide conta em 2020 com o "maior" orçamento da história do município

O orçamento para 2020, que tem um aumento de 22% em relação ao deste ano”, foi aprovado em reunião do executivo municipal com dois votos a favor de eleitos do PSD e três abstenções, uma do PSD e duas do PS.

15 Novembro 2019

O orçamento da Câmara de Castelo de Vide, no distrito de Portalegre, para 2020 é superior a 8,1 milhões de euros, “o maior da história do município", disse hoje à agência Lusa o presidente da autarquia.
“É o maior orçamento da história do município", afirmou António Pita, que está a cumprir o segundo mandato eleito pelo PSD, justificando o facto com "o volume" de obras públicas municipais que estão a ser efectuadas e que se prevêem para 2020 e 2021.
O orçamento para 2020, que tem um aumento de 22% em relação ao deste ano”, foi aprovado em reunião do executivo municipal com dois votos a favor de eleitos do PSD e três abstenções, uma do PSD e duas do PS.
De acordo com o autarca, no próximo ano, vai arrancar a requalificação da zona industrial, uma obra considerada “estruturante” que conta com um investimento de 1,1 milhões de euros, devendo estar concluída em Janeiro de 2021.
Ainda no sector empresarial, a câmara prevê avançar para a construção de um ninho de empresas, num valor de 1,1 milhões de euros, para “colmatar uma lacuna” nesta área, uma vez que Castelo de Vide não possui nenhum espaço com este tipo de características.
“O projecto do Museu Salgueiro Maia já começou e grande parte da obra do ponto de vista financeiro (um milhão de euros) vai ter reflexo em 2020", adiantou.
António Pita indicou ainda que, no próximo ano, vão ser realizadas as obras de requalificação do acesso ao Centro de Saúde de Castelo de Vide, num investimento de 250 mil euros.
“Temos também a obra da extensão do centro de saúde da freguesia de Povoa e Meadas para fazer, no valor de 200 mil euros”, referiu.
Na área da Educação, António Pita explicou que vão ser investidos 1,2 milhões de euros na requalificação do edifício do Agrupamento de Escolas de Castelo de Vide.
“Por último, vamos avançar para a segunda fase da recuperação do edifício das antigas termas para instalar o Centro de Interpretação Garcia d´Orta, uma obra de 400 mil euros”, acrescentou.
Em matéria de impostos, a autarquia decidiu manter a taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para prédios urbanos em 0,30% e devolver 3,5% da taxa de participação no Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS) aos munícipes com domicílio fiscal no concelho.
O município cobra uma taxa de Derrama de 1,5% às empresas com sede ou actividade no concelho e que tenham lucros superiores a 150 mil euros, cuja receita reverte, na totalidade, para a associação de bombeiros de Castelo de Vide.
O orçamento vai ser sujeito a votação na reunião da Assembleia Municipal de Castelo de Vide, constituída por 11 eleitos do PSD, sete do PS e um da CDU.