Linhas de Elvas
Elióptica Natal 2019
Nutriprado
CCDRA 3º Trimestre 2019
Liberdade Branco
Jocriauto
Assine Já
Sanielvas 358x90 - Nov17
Liberdade Branco
Jocriauto

Câmara de Gavião aumenta orçamento para 10,5 ME em 2020

O orçamento foi aprovado na mais recente reunião do executivo municipal com os votos favoráveis dos quatro eleitos da maioria PS e do vereador da oposição PSD, indicou o autarca socialista, José Pio.

06 Novembro 2019

A Câmara de Gavião (Portalegre) aprovou, por unanimidade, um orçamento de 10,5 milhões de euros para 2020, que é superior em 20% ao deste ano, disse hoje à agência Lusa o presidente do município.
O orçamento foi aprovado na mais recente reunião do executivo municipal com os votos favoráveis dos quatro eleitos da maioria PS e do vereador da oposição PSD, indicou o autarca socialista, José Pio.
O documento será votado, em dezembro, pela Assembleia Municipal de Gavião, composta por 14 eleitos do PS, três do PSD e dois da CDU.
“Com este orçamento queremos concretizar obras que lançámos este ano, como um ninho de empresas não tecnológicas, uma piscina coberta, um museu de carros de atrelar e a recuperação da Casa João Ascensão e a envolvente exterior”, disse.
De acordo com José Pio, um dos desafios passa por transformar um imóvel da vila num museu de carros de atrelar para acolher a coleção que está instalada numa quinta do concelho.
“É uma obra do arquiteto Carrilho da Graça, que vai custar um milhão de euros", adiantou.
Já a Casa João Ascensão, situada no centro de Gavião, está destinada a albergar o espólio do maestro Sílvio Pleno e um posto de turismo.
“Esta obra vai custar 1,2 milhões de euros”, acrescentou.
Quanto à incubadora de empresas não tecnológicas, vai envolver um investimento de 1,3 milhões de euros, devendo os trabalhos estarem concluídos “dentro de um ano”, segundo José Pio.
Em termos de impostos municipais, a autarquia decidiu manter em 2020 a taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para prédios urbanos em 0,3% e a taxa de participação do município no IRS a pagar por habitantes do concelho em 5%.