euroace
Linhas de Elvas
Nutriprado
Elióptica Julho 2019
Liberdade Branco
Liberdade Branco
Assine Já
Sanielvas 358x90 - Nov17

Portugal

Quando nascer no Alentejo pode significar viver menos anos

O Instituto Nacional de Estatística revelou, recentemente, os dados sobre a esperança média de vida nos país.

27 Setembro 2019 | Fonte: Jornal i

O Instituto Nacional de Estatística revelou, recentemente, os dados sobre a esperança média de vida nos país. Se a região do Cávado, com Braga à cabeça, é onde a longevidade se torna mais evidente, é no Baixo Alentejo e nos arquipélagos que surgem os indicadores de esperança de vida à nascença mais baixa.

No continente, é o Baixo Alentejo que surge com a esperança de vida à nascença mais baixa. Uma criança que nasça hoje no concelho de Braga, pode contar viver mais 3,05 anos do que alguém que nasça no interior do Alentejo, em concelhos como Mértola ou Aljustrel.

Foi no Norte que se verificaram os valores mais elevados de expectativa de vida (81,18 anos), seguindo-se o Centro (81,11 anos) e a área metropolitana de Lisboa (80,94 anos). Em sentido inverso, é nos Açores (77,85 anos), na Madeira (78,3 anos) e na região do sul (79,93 anos) que se vive menos tempo. De notar que o Algarve foi mesmo a única região do país onde a esperança média de vida registada entre 2016 e 2018 recuou face à expectativa que tinha sido registada entre 2015 e 2017.

Em Portugal, as mulheres chegaram aos 83,43 anos e os homens aos 77,78.