euroace
Linhas de Elvas
Nutriprado
Elióptica Julho 2019
Liberdade Branco
Assine Já
Liberdade Branco
Sanielvas 358x90 - Nov17

Centro Educativo de Vila Fernando integra a segunda fase do REVIVE

O Centro Educativo de Vila Fernando consta da lista da segunda fase de candidaturas do REVIVE, que pretende recuperar o património tornando possível a sua concessão para fins turísticos.

25 Julho 2019

O Centro Educativo de Vila Fernando consta da lista da segunda fase de candidaturas do REVIVE, que pretende recuperar o património tornando possível a sua concessão para fins turísticos.

O anúncio foi feito na tarde desta quinta-feira, dia 25, no lançamento da segunda fase do REVIVE, no Edifício Pombalino, em Lisboa, e que contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Elvas, Nuno Mocinha. O lançamento foi presidido pelo ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira; da ministra da Cultura, Graça Fonseca, e da secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho.

Assim sendo, o Centro Educativo, encerrado há vários anos, integra a lista de imóveis para concessão no âmbito deste programa de recuperação de imóveis públicos, de elevado valor patrimonial, com o objectivo de os devolver às populações, com uma vocação turística.

No site do programa pode encontrar informação sobre este e outros 14 imóveis, que integram esta segunda fase do programa.

Recorde-se que Elvas foi pioneira neste programa, com o Convento de São Paulo a ter sido o primeiro imóvel a ser concessionado para esta finalidade, e onde foi implementado o Hotel Villa Galé Colletion Elvas, uma unidade hoteleira, localizada no centro histórico da cidade Património Mundial.

Esta é uma medida conjunta dos Ministérios da Economia, da Cultura e das Finanças, para promover e agilizar os processos de reabilitação e valorização de património público que se encontra devoluto, tornando-o apto para afectação a uma actividade económica com finalidade turística, promover o reforço de atractividade dos destinos regionais, a desconcentração da procura e o desenvolvimento do turismo nas várias regiões do país, gerar riqueza e postos de trabalho, concorrendo, assim, para a coesão económica e social do território.