Linhas de Elvas
Elióptica Julho 2019
Nutriprado
Legislativas Especial Semana à Sexta
Sanielvas 358x90 - Nov17
Assine Já

PSD defende videovigilância para combater insegurança

O PSD de Elvas defendeu que a videovigilância no Centro Histórico “deve ser implementada o mais rapidamente possível” para combater a insegurança.

01 Julho 2019

Conteúdo exclusivo LinhasA Comissão Política da Secção Concelhia de Elvas do Partido Social Democrata (PSD) defendeu que a videovigilância no Centro Histórico “deve ser implementada o mais rapidamente possível” para combater a insegurança.
“Se a videovigilância já se pode pôr nos parques de estacionamento, é óbvio que no Centro Histórico deve começar a ser implementada. Eu sei que isso, na realidade, vai ter alguma burocracia, mas se não fizermos isso, vamos ter como consequência, possivelmente, o aumento de assaltos”, disse o presidente da estrutura local do PSD, Fernando Carona.
De acordo com o responsável, que participou, recentemente, numa reunião entre a Associação Empresarial de Elvas (AEE) e a PSP, “foi explicado pela própria Polícia que só tem 40 homens para fazer o patrulhamento”, sendo que alguns “estão de férias e outros estão na segurança escolar”.
“A Polícia não tem homens suficientes. Portanto, havia duas vertentes: ou aumentavam os homens da Polícia ou faziam esta situação de pôr a videovigilância”, acrescentou Fernando Carona.
Estas declarações foram proferidas durante uma conferência de imprensa realizada na noite de segunda-feira, dia 1, na sede do PSD de Elvas, tendo ainda sido abordados outros assuntos, tais como, por exemplo, a venda da Herdade de D. João e o empréstimo solicitado pela Câmara Municipal, o estacionamento no Centro Histórico, o concurso público de recrutamento de pessoal e a concessão da água.