Linhas de Elvas
Nutriprado
CCDRA 3º Trimestre 2019
Elióptica Julho 2019
Liberdade Branco
Jocriauto
Sanielvas 358x90 - Nov17
Jocriauto
Assine Já
Liberdade Branco

Assembleia Municipal

Políticos elvenses repudiam reportagem televisiva e congratulam novo hotel

A Assembleia Municipal de Elvas, na sua sessão de 28 de Junho, aprovou por unanimidade, uma moção sobre o tratamento dado a Elvas por um canal nacional de televisão.

28 Junho 2019

A Assembleia Municipal de Elvas, na sua sessão de 28 de Junho, aprovou por unanimidade, uma moção sobre o tratamento dado a Elvas por um canal nacional de televisão.

No passado dia 25 de Junho, à noite, em horário nobre de emissão, o canal de televisão CMTV passou uma reportagem realçando os problemas com a segurança e droga na cidade de Elvas.

De acordo com o documento, subscrito pelos membros da Assembleia Municipal, "os problemas comuns a todas a todas as comunidades, com mais ou menos gravidade, que pela forma como foram abordadas na dita reportagem, deram uma imagem exagerada e bastante negativa que em nada corresponde à realidade. Em tudo, como foram difundidas as notícias, a referida reportagem, embora reduzida à sua pouca credibilidade, é prejudicial para a imagem da cidade de Elvas".

Os membros da Assembleia Municipal de Elvas, reunidos em sessão ordinária no dia 28 de Junho, no respeito pela liberdade de imprensa, "manifestam de forma veemente o seu repúdio pela referida reportagem, devendo desta moção ser feita divulgação e dado conhecimento ao canal de televisão CMTV". 

Na sessão, a Assembleia Municipal de Elvas, aprovou ainda, por unanimidade, um voto de congratulação referente à inauguração de uma nova unidade hoteleira no Centro Histórico da cidade.

"Em boa hora a Câmara Municipal de Elvas decidiu, em parceria com o Grupo Vila Galé, deitar mãos à obra e recuperar um edifício que, encontrando-se em acentuado estado de degradação, via como destino o seu desaparecimento físico e a perda de um bem inquestionável no património histórico e cultural de Elvas. A sua recuperação foi tanto mais importante por corresponder a uma vontade decidida do executivo camarário, que não esmoreceu perante as dificuldades de toda a ordem, nomeadamente o registo de um incêndio que quase destruiu tudo o que restava, já em fase de candidatura ao Programa REVIVE", pode ler-se no documento.

Segundo os membros deste órgão autárquico, "o uso encontrado vai muito para além da recuperação do edifício em causa. Colocando-o ao serviço de um projecto hoteleiro, preserva-se o património histórico militar (uma marca da cidade de Elvas, cidade sentinela da fronteira), ao mesmo tempo que se dinamiza a economia do concelho, no contexto de um desejado desenvolvimento integrado e sustentado. É, sem dúvida, um importante contributo na valorização e enriquecimento de Elvas como Património Mundial (...),  mas também por ser elemento dinamizador da economia do concelho de Elvas, não só gerando, directamente, emprego e riqueza, como contribuirá para a divulgação e atracção turística da cidade e da região.

"Pela reabilitação do Convento de São Paulo, pelo seu significado e pelos benefícios decorrentes da concretização deste projecto para a cidade e para o concelho de Elvas, os membros da Assembleia Municipal de Elvas congratulam-se e saúdam a determinação do Executivo Camarário elvense e do Grupo Vila Galé, na pessoa do seu presidente, Jorge Rebelo de Almeida", concluem os elementos da Assembleia Municipal.