Linhas de Elvas
Elióptica Julho 2019
Nutriprado
Linhas Rádio 2019
Assine Já
Sanielvas 358x90 - Nov17

Évora

Três órgãos Oldovino tocam em simultâneo

A Igreja de São Francisco, em Évora, em parceria com a Direcção Regional de Cultura do Alentejo, estão a organizar um concerto em que tocarão, em simultâneo, os três órgãos históricos da igreja.

18 Junho 2019

A Igreja de São Francisco, em Évora, em parceria com a Direcção Regional de Cultura do Alentejo, estão a organizar um concerto em que tocarão, em simultâneo, os três órgãos históricos da igreja construídos por Oldovino.

O espectáculo realiza-se no dia 29 de Junho, dia de S. Pedro e feriado municipal nesta cidade alentejana.

Tocarão em simultâneo os três instrumentos históricos construídos no século XVIII pelo organeiro genovês Pascoal Caetano Oldovino: o da Capela-Mor, o da Tribuna Real e o mais pequeno, que se encontra no transepto direito da nave e tem a particularidade de ter sido o órgão pessoal de Pascoal Caetano Oldovino, deixado em testamento à igreja de S. Francisco.

Estes órgãos beneficiaram, durante um ano, de uma profunda operação de restauro dirigida pelo organeiro italiano Michel Formentelli em colaboração com a oficina de restauro de S. Francisco. Foi preferido pela sua larga experiência e método de trabalho artesanal, guiado por uma rigorosa investigação histórica e respeito pelas técnicas, materiais e sonoridade originais destes instrumentos antigos.

Rafael Reis, organista titular da igreja de S. Francisco explica o que podemos esperar deste concerto. “No readquirir da majestosa presença do órgão nas tribunas laterais da capela-mor de S. Francisco, o espaço, como outrora, voltou a dar a conhecer o coro alto, bem como a herança de Oldovino que legou o terceiro órgão, o que reuniu as condições necessárias para a materialização da música a vários órgãos e policoral, conforme prática até ao final do séc. XVIII em Évora. Por falta de fontes musicais em S. Francisco, procedeu-se à transcrição de algumas obras provenientes do arquivo da Sé, reunindo-se os três coros, os três ensembles instrumentais e os três órgãos. Em jeito de restauração, serão apresentadas essas obras. Numa interpretação contextualizada, mostraremos o melhor que existia na Europa em policoralidade, com um apontamento de uma obra de Heinch Schütz, acompanhado de João Lourenço Rebelo, José António dos Reis e André Rodrigues Lopo. Escutaremos com prazer prolongado órgãos a solo, órgãos em diálogo e, por fim, três órgãos em simultâneo. A actualidade musical será sentida com a música de Eurico Carrapatoso, com duas obras escritas propositadamente para o concerto", explica.

Este concerto é o ponto de partida para o Ciclo de Concertos de Órgão da Igreja de S. Francisco - Música nas Igrejas que decorre entre os meses de Julho e Novembro de 2019, com concertos em Évora, Alvito, Arronches, Almodôvar, Sousel e Elvas.

Esta iniciativa resulta de uma parceria entre a Paróquia de S. Pedro de Évora e a Direção Regional de Cultura do Alentejo, com a colaboração das Dioceses e Municípios envolvidos.