Coronavírus Covid-19
Linhas de Elvas
Camelo Maio 2020
El Faro - Campanha de Verão
CME Redes Sociais
Bricoelvas
Elióptica 2020 - Loja Online
Elióptica 2020 - Proteja os olhos
Jocriauto 012020
Nabeirauto - Opel Mokka
Nabeirauto - Opel Mokka
Jocriauto 012020
Sanielvas 358x90 - Nov17

GNR quer "Campo Seguro"

A Guarda Nacional Republicana (GNR) vai intensificar o patrulhamento nas explorações agrícolas, em todo o território nacional, a partir de hoje e até 31 de Julho, com o objectivo de prevenir a criminalidade em geral e os furtos em particular.

01 Junho 2019

A Guarda Nacional Republicana (GNR) vai intensificar o patrulhamento nas explorações agrícolas, em todo o território nacional, a partir de hoje e até 31 de Julho, com o objectivo de prevenir a criminalidade em geral e os furtos em particular.

A GNR refere dar ainda "especial atenção aos acidentes com veículos agrícolas - tractores - e possíveis situações de tráfico de seres humanos.

Durante a operação, a GNR vai promover acções de informação e sensibilização junto das comunidades rurais, muito especialmente dos agricultores, sobre medidas de prevenção e protecção contra furtos, em particular contra o furto de cortiça, ou outros produtos agrícolas, cobre e outros metais não preciosos.

Os militares, atendendo ao número de acidentes mortais que envolvem veículos agrícolas, irão sensibilizar os utilizadores de tractores e máquinas agrícolas, para as regras de segurança inerentes à condução e utilização de tais veículos, dando primazia ao contacto pessoal.

No intuito de garantir que as diversas campanhas agrícolas decorram num clima de segurança, a GNR vai desenvolver acções de policiamento de proximidade e de fiscalização, empenhando militares de diferentes valências, nomeadamente, dos Comandos Territoriais, do Serviço de Protecção da Natureza e Ambiente, da Investigação Criminal e da Unidade de Acção Fiscal, existindo ainda um reforço do patrulhamento a cavalo. Para fazer face à criminalidade transfronteiriça serão efectuadas acções de fiscalização em coordenação com a Guardia Civil.