Linhas de Elvas
Nutriprado
CCDRA 3º Trimestre 2019
Elióptica Natal 2019
Jocriauto
Liberdade Branco
Liberdade Branco
Assine Já
Jocriauto
Sanielvas 358x90 - Nov17

24H de Turismo

Alter recebeu maratona dedicada ao turismo

Alter do Chão foi palco da 1ª edição do “24H de Turismo”. A iniciativa realizou-se, nos dias 2 e 3 de Maio, no Pavilhão Multiusos de Alter do Chão ao longo de 24 horas consecutivas, e consistiu num desafio que conjuga formação e competição num evento pioneiro, recorrendo a metodologias de formação inovadoras.

03 Maio 2019

Alter do Chão foi palco da 1ª edição do “24H de Turismo”. A iniciativa realizou-se, nos dias 2 e 3 de Maio, no Pavilhão Multiusos de Alter do Chão ao longo de 24 horas consecutivas, e consistiu num desafio que conjuga formação e competição num evento pioneiro, recorrendo a metodologias de formação inovadoras.

“O Turismo já representa mais de 13% do PIB. Sendo este um dos sectores que mais tem crescido nos últimos anos, é para a SFORI, consultora que actua nas áreas de desenvolvimento organizacional e marketing, deveras enaltecedor montar este programa intensivo para o Turismo de Portugal. Os modelos de formação experiencial são comprovadamente os mais eficazes e, por isso, os mais marcantes. Assim, esta acção permitirá aos futuros profissionais de Turismo apreenderem modelos de eficiência que marcarão por certo o arranque do seu percurso profissional”, remata Alexandre Real, Partner da SFORI.

Estiveram presentes 54 participantes do Ensino Superior oriundos de 6 instituições de várias zonas do país, nomeadamente: ISLA de Santarém, Instituto Politécnico de Portalegre, Escola Superior de Gestão de Idanha-a-Nova do Instituto Politécnico de Castelo Branco, Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre, Escola Superior de Ciências Empresariais do Instituto Politécnico de Setúbal e Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa.

A sessão de abertura contou com a presença de alguns convidados ligados ao sector do Turismo a nível Nacional e da Vila anfitriã, que dirigiram algumas palavras de apreço e motivação a todos os participantes. O primeiro foi Francisco Reis, Presidente da Câmara Municipal de Alter de Chão que destacou que “A base da economia da região assenta na agricultura e alguma indústria de média dimensão, mas o Alentejo, tal como outras regiões do país, nestes últimos anos, apresenta taxas de procura turística bastante animadoras e a níveis nunca antes vistos e é o sector que mais crescimento apresenta”. O autarca rematou ainda dizendo que “A promoção e parcerias em projectos como este, como se configura as 24h de Turismo em Alter do Chão, reforça o nosso foco na profissionalização, estudo e valorização do território, sendo da maior importância ter jovens com espírito empreendedor e criativo, com vontade de apostar nesta região”.

Seguiu-se Paulo Revés, director do Departamento de Dinamização Escolar e Cooperação Internacional do Turismo de Portugal, que se mostrou satisfeito e orgulhoso com este projecto, agradecendo a presença de todos os participantes, salientando que “é muito importante que os nossos jovens adiram a este tipo de iniciativas, dada a
necessidade que o sector tem em cativar jovens para estudar turismo e reforçar os quadros de recursos humanos.”

Também representantes dos parceiros dirigiram algumas palavras aos participantes, como foi o caso de Porfírio Perdigão, do grupo Vila Galé, de Ema Barradas do Vale de Barqueiros. A realização do evento contou ainda com o apoio do Hotel do Convento, representado por Rui Parada e da Coudelaria de Alter do Chão, que disponibilizaram as suas instalações para a realização de algumas das provas.

Durante as 24 horas do desafio os alunos participaram em várias provas teórico práticos para a dinamização da cidade de Alter do Chão. As provas treinaram várias
competências-chave para os futuros profissionais do Turismo tais como comunicação, visão estratégica, networking, criatividade, inovação e empreendedorismo.
O clima que se viveu foi de animação e entusiasmo ao longo do dia, culminando com a avaliação dos projectos finais de cada equipa e com a entrega de prémios, no qual estiveram envolvidos vários representantes de entidades do sector Turístico a nível Regional e Nacional.

A primeira classificada foi a equipa “TCP LX”, da Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa, que recebeu o prémio pelas mãos de Ana Paula Pais, representante do Turismo de Portugal. Os 2º e 3º prémios foram atribuídos à equipa “IDATUR” da Escola Superior de Gestão de Idanha-a-Nova do Instituto Politécnico de Castelo Branco e “ESCE” da Escola de Ciências Empresariais do Instituto Politécnico de Setúbal respectivamente, que aceitaram os prémios pelas mãos da Tânia Falcão e de Ricardo Botelho.

Sendo também um dos objectivos desta iniciativa fomentar a colaboração e interacção entre os alunos das diversas escolas envolvidas, foram ainda atribuídos prémios cujos vencedores foram escolhidos e votados pelos restantes participantes - Prémio Simpatia, Prémio de Cooperação e Prémio Perseverança. As equipas agraciadas com esta distinção pelos seus colegas foram três das equipas pertencentes à Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre: “À Sombra do Chaparro”, “Pani-Puri” e “Os Quatro e Meio”.

A sessão de encerramento contou com a presença e algumas palavras de agradecimento e incentivo profissional aos participantes por parte de Tânia Falcão, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Alter do Chão, de Rui Parada, Director do Hotel Convento D’Alter e de Ana Paula Pais, Diretora de Formação do Turismo de Portugal, que salientou “Acreditamos que muitos desconhecem as potencialidades do sector, assim como as suas diversas profissões e a atractividade de construir uma carreira profissional no turismo. Nesse sentido urge desenvolver projectos como este, que criam condições para os jovens despertarem para o mundo do turismo através da criação de espaços de interacção que orientam a criatividade e a inovação para a resolução de problemas concretos.” e ressalvou ainda que “esta é uma região que necessita de jovens que apostem e desenvolvam ideias no sentido de trazer uma nova dinâmica e promover todo o potencial turístico que lhe está intrínseco”.

E assim terminou a 1ª edição das 24horas de Turismo, com um feedback positivo por parte de todos os participantes e envolvidos, e com o desejo de que para o ano se repita com novos participantes e novos desafios.