Linhas de Elvas
Elióptica Julho 2019
Nutriprado
Linhas Rádio 2019
Assine Já
Sanielvas 358x90 - Nov17

Alterações climáticas ameaçam vinhas do Alentejo

Um aumento da temperatura média anual entre 0,7 e 3 graus centígrados até final do século colocará a região do Alentejo com temperaturas semelhantes às do Norte de África, onde simplesmente não há vinha.

04 Março 2019

Se as projecções do clima para um Portugal mais quente e seco se verificarem haverá pressão nas regiões mais quentes e secas no Sul.

As regiões do interior, como o Alentejo interior, o Douro superior e a Beira interior, serão os locais onde a vinha se encontra no limiar da sobrevivência e serão as mais afectadas.

Os investigadores João Santos e José Moutinho, professores da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, estão a desenvolver um projecto europeu de investigação sobre o impacto das alterações climáticas na viticultura

Para ambos e se a temperatura média na região subir dois ou três graus, tal bastará para fazer sucumbir as vinhas no Alentejo. Para Portugal prevê-se que o aquecimento global possa levar a um aumento da temperatura média anual entre 0,7 e 3 graus centígrados até final do século, o que colocará a região do Alentejo com temperaturas semelhantes às de hoje do Norte de África, onde simplesmente não há vinha.