Linhas de Elvas
Talho Escarduça
Neurofit
Nutriprado
Elióptica Fevereiro 2019
Liberdade Branco
Linhas Rádio 2019
Liberdade Branco

Curadoria de Ana Cristina Cachola

Colecção António Cachola viaja até Madrid

A exposição “O Fantasma de uma oportunidade", com obras da colecção António Cachola, do Museu de Arte Contemporânea de Elvas, e Sánchez-Ubiría, vai estar patente ao público, a partir de 21 de Fevereiro, em Madrid.

12 Fevereiro 2019

A exposição “O Fantasma de uma oportunidade", com obras da colecção António Cachola, do Museu de Arte Contemporânea de Elvas, e Sánchez-Ubiría, vai estar patente ao público, a partir de 21 de Fevereiro, em Madrid.

A mostra composta por obras de cerca de 30 artistas provenientes das colecções ibéricas vai ficar patente ao público até 21 de Abril, no espaço La Nave – Sanchez-Ubiría, e tem curadoria de Ana Cristina Cachola.

Nesta iniciativa, que coloca em diálogo as duas colecções de arte, de Espanha e de Portugal, vão estar representados artistas como Helena Almeida, Juan Asensio, Kader Attia, Pedro Barateiro, Bertozzi & Casoni, Joseph Beuys, Von Calhau!, Rui Chafes, June Crespo, Richard Deacon, Alexandre Estrela, Marlene Dumas, Rita Ferreira, Fernanda Fragateiro, Katharina Grosse, João Maria Gusmão & Pedro Paiva, entre outros.

“O Fantasma de uma oportunidade” vai ser apresentada no âmbito do programa oficial da Feira Internacional de Arte Contemporânea – ARCO Madrid 2019, que decorre de 26 de Fevereiro a 03 de Março, num espaço que se dedica à divulgação e apoio da cultura e da arte, através da realização de projectos e actividades de criação artística, sendo também depositária das obras da colecção de Marga Sánchez e Sebastián Ubiría, integradas em duas colecções, uma de arte contemporânea e outra de arte tradicional africana.

A Colecção António Cachola dedica-se, em exclusivo, à produção artística visual portuguesa, e conta com mais de 700 obras, dando especial atenção a artistas portugueses que começaram a produzir na década de 1980, e acompanha a criação contemporânea nacional até à actualidade.

Esta colecção encontra-se em depósito no Museu de Arte Contemporânea de Elvas (MACE), instituição museológica com tutela municipal, inaugurada em 2007, e que se encontra desde 2015 inserida na Rede Portuguesa de Museus.