Linhas de Elvas
Elióptica Fevereiro 2019
Nutriprado
Talho Escarduça
Neurofit
Liberdade Branco
Linhas Rádio 2019
Liberdade Branco

Monforte

Torre de Palma Wine Hotel torna-se energeticamente sustentável

O Torre de Palma Wine Hotel, unidade de charme de cinco estrelas situada em Monforte, Portalegre, vai, a cada ano, produzir mais de 150 mil kWh de energia; evitar a emissão de 80 toneladas de CO2 e poupar mais de 20 mil euros em energia.

07 Fevereiro 2019

O Torre de Palma Wine Hotel, unidade de charme de cinco estrelas situada em Monforte, Portalegre, vai, a cada ano, produzir mais de 150 mil kWh de energia; evitar a emissão de 80 toneladas de CO2 e poupar mais de 20 mil euros em energia.

Estes números serão atingidos devido à instalação, por parte da SunEnergy, especialista em soluções de produção de energia eléctrica a partir do sol, de uma Unidade de Produção em Autoconsumo constituída por 360 painéis solares fotovoltaicos de 280W para produção de energia eléctrica a partir do sol que será integralmente consumida pelo hotel.

“O Torre de Palma Wine Hotel, inaugurado em 2014, é um hotel de charme ideal para todos aqueles que que procuram uma experiência gastronómica e vínica de grande qualidade, uma experiência equestre ou simplesmente uns dias de descanso. No nosso posicionamento de excelência, não podíamos descurar questões essenciais como a eficiência energética e o respeito pelo ambiente, factores que agora conseguimos maximizar com a assinatura deste acordo”, afirma Paulo Barradas Rebelo, proprietário do hotel.

“Cada vez mais empresas e instituições aderem às vantagens das Unidades de Produção em Autoconsumo, que permitem, independentemente da sua dimensão ou área de actividade, aproveitar o sol que, em Portugal, aparece grande parte do ano, e usar a energia solar para a transformar em energia eléctrica, permitindo uma maior independência financeira, poupanças económicas e comportamentos ambientalmente responsáveis. Esta solução permite produzir energia durante o dia, altura em que a energia é mais cara” refere Carlos Morais, responsável SunEnergy pelo projecto.

Depois de um ano de 2018 no qual a SunEnergy fechou diversos projectos de grande dimensão com empresas de diversos ramos de actividade, o ano de 2019 começa com o anúncio de mais um projecto de grande envergadura que, para além das vantagens enunciadas, permite uma rentabilidade superior a 20 por cento ao ano, o que equivale a um payback de quatro a cinco anos.