alimentos de extremadura
Linhas de Elvas
Loja da Paula
Nutriprado
Elióptica Novembro
Liberdade Branco
Liberdade Branco
Sanielvas 358x90 - Nov17
Assine Já

Crato

Políticos alentejanos 'levaram' Barragem do Pisão ao Ministério do Ambiente

A Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA), através de oito autarcas do Alto Alentejo e deputados eleitos pelo distrito de Portalegre, reuniu-se no Ministério do Ambiente

25 Outubro 2018

A Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA), através de oito autarcas do Alto Alentejo e deputados eleitos pelo distrito de Portalegre, reuniu-se, esta semana, no Ministério do Ambiente, em Lisboa, na sequência das diligências que têm vindo a ser realizadas para a concretização do empreendimento  hidráulico de fins múltiplos do Crato, a Barragem do Pisão.

Nesta iniciativa esteve presente o presidente da CIMAA, Ricardo Pinheiro, assim como os autarcas dos municípios de Alter do Chão, Francisco Reis; Avis, Nuno Silva; Castelo de Vide, António Pita; Crato, Joaquim Diogo; Fronteira, Rogério Silva; Portalegre, Adelaide Teixeira; Sousel, Manuel Valério. O primeiro secretário da CIMAA, Carlos Nogueiro e, ainda, os deputados eleitos pelo distrito de Portalegre, Luís Testa (PS) e Cristóvão Crespo (PSD), também marcaram presença nesta reunião com o Ministro do Ambiente, João Matos Fernandes; o Ministro da Agricultura, Capoulas Santos e o  secretário de  Estado do Ambiente, Carlos Martins.

De acordo com a CIMAA, a reunião decorreu "num clima de grande abertura e diálogo, a partir de uma  apresentação feita pelos autarcas, com os dados estatísticos da situação demográfica e  do desenvolvimento económico da região no contexto do Alentejo e do país, que destacaram a necessidade e importância do empreendimento num contexto de alterações climáticas, como reserva estratégica de água para abastecimento público, regadio, produção energética com mini-hídrica, turismo, investigação e ensino".

Foi referida "a falta de investimento do Estado na região, que se verifica desde há muitos anos, insistindo os autarcas e os deputados que é indispensável dotar o território das condições de competitividade que permitam o investimento privado e a criação de emprego capaz de estancar o êxodo dos jovens, o despovoamento e a desertificação, e fomentar o desenvolvimento e a sustentabilidade do Alto Alentejo. Foi feito sentir aos governantes presentes a união e convergência de todas as forças políticas, associações empresariais e sociedade civil em geral, em torno deste projecto considerado simbólico, estruturante e prioritário para o desenvolvimento da região", sublinhou a fonte.

Como conclusão, e motivo de esperança para o futuro do território, como foi salientado pelos autarcas, o Ministro do Ambiente assumiu o compromisso de promover junto do Ministro Adjunto e da Economia, Álvaro Siza Vieira, com a tutela da Valorização do Interior, uma reunião com os presentes tendo como objectivo a procura de soluções e fontes de financiamento que permitam concretizar o empreendimento.