euroace
Linhas de Elvas
Elióptica Novembro
Nutriprado
Bricoelvas
Liberdade Branco
Sanielvas 358x90 - Nov17
Liberdade Branco
Bricoelvas
Assine Já

Fronteira

Tribunal aceita abandono escolar de jovem cigana

A ausência escolar de uma rapariga, de etnia cigana e que frequentava o 7º ano numa escola de Avis, está a dar que falar depois do Juízo de Competência Genérica de Fronteira, da Comarca de Portalegre, ter aceite o abandono da jovem por "razões culturais" da comunidade a que pertence.

06 Setembro 2018

A ausência escolar de uma rapariga, de etnia cigana e que frequentava o 7º ano numa escola de Avis, está a dar que falar depois do Juízo de Competência Genérica de Fronteira, da Comarca de Portalegre, ter aceite o abandono da jovem por "razões culturais" da comunidade a que pertence.

O primeiro alerta surgiu da própria escola que alertou a Comissão de Protecção de Crianças e Jovens das sucessivas faltas às aulas por parte da jovem. A CPCJ encaminhou depois o caso para os tribunais por não chegar a entendimento com os pais da menina. “A menor não demonstra motivação para frequentar a escola, ajudando a mãe nas tarefas domésticas, na medida em que esta, por doença, não as pode realizar”, pode ler-se na decisão, de 5 de Janeiro de 2017, a qual só agora foi tornada pública.