Linhas de Elvas
Nutriprado
Alentejo 2020 - Projectos aprovados
Sanielvas 358x90
Sanielvas 358x90

Autárquicas 2017/Elvas

Candidatura do CDS+Independentes diz basta à relva em espaços públicos

A candidatura CDS+Independentes aos órgãos autárquicos de Elvas realizou uma conferência de imprensa dedicada ao tema da Água nas suas diversas vertentes.

27 Agosto 2017

A candidatura CDS+Independentes aos órgãos autárquicos de Elvas realizou uma conferência de imprensa dedicada ao tema da Água nas suas diversas vertentes.

O candidato a Presidente da Câmara de Elvas, Tiago Abreu, prometeu “tudo fazer para reverter a concessão de água a privados, atitude em total coerência com a posição sempre por mim assumida, dado ter votado contra esta concessão quando a questão se colocou na Assembleia Municipal de Elvas”.

O candidato manifestou ainda a sua preocupação com “os baixíssimos níveis de armazenamento de água nas barragens de uma forma geral e na Barragem do Caia em particular, situação que, a manter-se, inviabilizará no curto prazo não só a utilização agrícola como também o abastecimento às populações”, apontando ainda “a grande demora do Governo na elaboração e agilização de medidas de combate e mitigação dos efeitos da seca”.

Na mesma conferência de imprensa, Tiago Abreu lamentou a afirmação do candidato do PS, Nuno Mocinha, que “a Câmara pouco pode fazer em relação a esta matéria”, ao mesmo tempo que assume que “ os efeitos das alterações climáticas se farão notar cada vez mais”. Segundo Tiago Abreu, “a Câmara tem um papel relevantíssimo na questão da água, devendo ser um exemplo no seu uso eficiente. Não se pode tolerar que a água da fonte da rotunda do Tribunal continue a transbordar, desperdiçando-se litros e litros deste bem cada vez mais escasso”. Disse ainda não compreender “como se podem continuar a semear relvados em pleno Agosto quando o gasto estimado de água por metro quadrado de relva por ano é de 1.000 litros? O concelho de Elvas tem cerca de 3 ha (30.000 metros quadrados) de área relvada!” Prometeu a candidatura CDS+Independentes decretar que não será semeado nem mais um metro quadrado de relva em espaços públicos, sobretudo numa altura em que não só alguns concelhos vizinhos sofrem com a permanente falta de água e algumas freguesias rurais de Elvas começam a ter falhas no fornecimento de água de maneira cada vez mais recorrente.

Por último, Tiago Abreu disse que “a Associação de Regantes, os criadores de gado e os agricultores em geral poderão sempre contar com o total empenho da Câmara na procura de uma solução para os seus problemas”.