Coronavírus Covid-19
Linhas de Elvas
El Faro - Campanha de Verão
CME Redes Sociais
Camelo Maio 2020
Elióptica 2020 - Loja Online
Elióptica 2020 - Proteja os olhos
Bricoelvas
Jocriauto 012020
Nabeirauto - Opel Mokka
Jocriauto 012020
Sanielvas 358x90 - Nov17
Nabeirauto - Opel Mokka

PCP condena medidas tomadas na Hutchinson em Portalegre

O PCP considera "inaceitáveis" as medidas tomadas pela fábrica da Hutchinson, em Portalegre, na segunda-feira, e que visam alterar o horário das pausas, "obrigando os trabalhadores a prestar serviço cinco horas seguidas, sem poderem descansar ou comer".

18 Março 2020

O PCP considera "inaceitáveis" as medidas tomadas pela fábrica da Hutchinson, em Portalegre, na segunda-feira, e que visam alterar o horário das pausas, "obrigando os trabalhadores a prestar serviço cinco horas seguidas, sem poderem descansar ou comer".

Segundo o partido comunista português "é da obrigação da entidade patronal prevenir riscos e doenças profissionais, atenuar o trabalho monótono e repetitivo, garantir condições de trabalho que promovam e protejam a segurança e a saúde dos trabalhadores, do ponto de vista físico, mental e social, e uma forma de o fazer é organizando pausas para o descanso e refeições".

O PCP considera lamenta ainda outras medidas tomadas na fábrica da Hutchinson de Portalegre, nomeadamente "o despedimento de trabalhadores (na sua maioria mulheres), a imposição a outros do trabalho ao fim-de-semana como dia normal de trabalho, a alteração do horário das pausas".

O partido exorta "todos os trabalhadores a não baixarem os braços perante estes ataques e a exigirem melhores condições de trabalho, horários regulados e o aumento dos salários para todos".