Coronavírus Covid-19
Linhas de Elvas
Nutriprado
Elióptica 2020 - 2
CCDRA 4º Trimestre 2019
El Faro - Primavera 2020
Nabeirauto Corsa
Jocriauto 012020
Nabeirauto Corsa
Sanielvas 358x90 - Nov17
Jocriauto 012020
Assine Já

Portalegre

Comissão Política Distrital do PSD demite-se

António Miranda apresentou demissão das funções para que foi eleito, agradeceu a quem o apoiou e... exige respeito.

11 Fevereiro 2020

Num texto publicado na sua página de Facebook, António Miranda manifesta intenção de se demitir da Comissão Política Distrital do PSD.

"Terminou no passado domingo o 38.º Congresso Nacional do PSD.
Depois de tantas críticas no seio do Partido, tanto a nível nacional como distrital, inicia-se um novo ciclo legitimado, não só pelas eleições diretas que ditaram o novo líder, mas também pelos novos órgãos escrutinados em congresso.
Apoiei convictamente este líder e apoio da mesma forma a nova Comissão Política Nacional, cuja composição, pela primeira vez, conta com uma militante do nosso distrito.
A Paula Calado, com a sua motivação e persistência, representará com toda a certeza, o nosso distrito da melhor forma. Trabalho efetivo, digno e sério.
O momento político pelo qual o PSD em geral, e o PSD Distrital em particular, passou no último ano, não foi positivo.
Perdemos eleições europeias e legislativas, nas quais não elegemos o deputado que tínhamos. Não foi um bom resultado. Mas nem por isso baixámos os braços.
Na política perdem-se mais vezes eleições do que se ganham, mas se fizermos um trabalho em prol do nosso eleitorado e dos nossos cidadãos em geral, permanecemos com lisura, sensatez e discernimento a lutar pelos nossos ideais, evitando ceder a pressões internas dos nossos companheiros.
Era preciso arrumar a casa e reunir as tropas.
Apenas conseguimos a primeira parte.
Sucederam-se críticas internas, apupos e pedidos de demissão.
Não somos homens nem mulheres que se deixem levar pela corrente. O nosso sentido de responsabilidade para com quem acreditou em nós foi mais forte.
Criámos pontes, laços e ouvidos para e com a população do Alto Alentejo.
Conseguimos respeito e admiração por parte dos órgão nacionais, num pequeno distrito que tem poucos votantes e pouca representatividade.
Transmitimos ideias e dissemos presente, e estivemos envolvidos – todos – na eleição do candidato que entendíamos ser o melhor.
Guerreámo-nos lá dentro. Respeitámo-nos cá fora.
Pois bem, o futuro lançado este fim de semana em congresso dita-nos a importância do período que se avizinha. As próximas autárquicas.
Por si, as autárquicas são o palco priveligiado para estar perto dos nossos cidadãos, daqueles com os quais convivemos diariamente, e que sabem, a maioria das vezes mais do que qualquer outro agente político. Sabem exercer as suas diferenças.
Devemos por isso fazer um acerto no calendário e legitimar uma nova direção que nos aponte esse caminho.
Por isso esta Comissão Política Distrital decidiu apresentar ao Sr. Presidente da Mesa da Assembleia Distrital e comunicar ao Sr. Secretário Geral do PSD, a sua demissão das funções para que foi eleita, abrindo assim espaço a novas ideias de outras candidaturas, mas também sem tolher a possibilidade de quem está poder continuar, mas num novo mandato.
Pessoalmente sairei, mas acredito nos militantes que fazem, ainda, parte desta equipa.
Agradeço a quem me apoiou, e darei tempo a quem discordou.
A todos respeito, e a todos exijo que façam o mesmo.
Só com esse respeito poderemos dignificar o PSD e a nós próprios", disse.