Linhas de Elvas
CCDRA 3º Trimestre 2019
Elióptica Julho 2019
Nutriprado
Jocriauto
Liberdade Branco
Liberdade Branco
Sanielvas 358x90 - Nov17
Jocriauto
Assine Já

Política

Eduardo Alves recandidata-se à liderança distrital da Juventude Socialista

O presidente da Federação de Portalegre da Juventude Socialista, Eduardo Alves, vai recandidatar-se a um novo mandato, confirmou, esta terça-feira, o próprio em nota de imprensa.

26 Novembro 2019

O presidente da Federação de Portalegre da Juventude Socialista, Eduardo Alves, vai recandidatar-se a um novo mandato, confirmou, esta terça-feira, o próprio em nota de imprensa. 

Eduardo Alves, de 25 anos, recandidata-se a um terceiro e último mandato na liderança da Juventude Socialista no Alto Alentejo sob o mote "Mobilizar uma Geração – Impulsionar o Alto Alentejo".

O candidato, licenciado em Direito e natural de Ponte de Sor, especifica que, nos próximos dois anos, pretende vincar, no seu discurso, que “o Alto Alentejo vive com uma bomba-relógio social, económica e demográfica em mãos. Queremos ser parte da solução e aprofundar com o triângulo Governo da República, Representação Parlamentar do nosso círculo e Autarcas as aspirações deste território. Queremos falar dos temas correntes, como a deficiente infraestruturação do território, mas também falar de novos e renovados desafios, distritais e nacionais, como a crise da imprensa tradicional, local e nacional, o Estado de Direito, uma economia diferenciada e reprodutiva de riqueza, suportada pelo investimento público, a desigualdade de oportunidades agravada para quem vive no nosso distrito, a precariedade laboral e a democratização do ensino, com especial enfoque na competitividade do nosso Instituto Politécnico”.

Eduardo Alves, que exerce as funções de assessor no Grupo Parlamentar do PS na Assembleia da República, deixa ainda uma mensagem para os jovens do distrito de Portalegre. "Somos e queremos ser ainda de forma mais intensa a juventude que agrega o jovem licenciado que teve uma oportunidade no Alto Alentejo e o jovem licenciado que ficou retido num grande centro urbano, entre o jovem licenciado que não tem emprego na área ou está desempregado e o jovem operário, trabalhador dos serviços ou empreendedor. Entre os que estão a sair ou ficar por cá no ensino superior e os que já pensam em comprar casa e construir uma vida mais estruturada. Somos um projecto de comunidade para uma comunidade. Queremos falar para todos e contribuir com a força das nossas ideias para um território mais justo e com futuro”, conclui.

O candidato foi o primeiro alentejano a ser secretário nacional para a Organização da Juventude Socialista nacional.