euroace
Linhas de Elvas
Elióptica Julho 2019
Nutriprado
Liberdade Branco
Assine Já
Sanielvas 358x90 - Nov17
Liberdade Branco

Movimento Associativo Independentes vai debater a sua transformação em partido

A segunda iniciativa nacional, também um fórum, aconteceu em Maio, na cidade de Elvas, no distrito de Portalegre, e o assunto era Mais Europa Mais Cidadania.

18 Outubro 2019

Os dirigentes do Movimento Associativo Independentes (MAIS) vão reunir-se no sábado, em Lisboa, para discutirem se se tornam num partido político ou não, disse o vice-presidente do movimento, Carlos Magalhães, à Lusa.
“Nós, por princípio, não queremos partido. É uma questão que está em aberto, mas não está decidida”, afirmou.
Esta reunião vai decorrer duas horas antes de uma Convenção Nacional organizada pelo movimento e que terá como tema “Mais Cidadania Mais Democracia”, que começa às 14:00 de sábado, no auditório da Casa do Comércio, em Lisboa.
O MAIS é um movimento de cidadania nacional que tem como objectivo apoiar e reforçar o poder autárquico independente.
“A nossa plataforma pretende contribuir para o reforço desses movimentos porque eles são prejudicados em relação aos partidos” políticos, explicou Carlos Magalhães.
Segundo o vice-presidente do MAIS, os movimentos independentes enfrentam uma “série de dificuldades, quer económicas, quer democráticas” quando comparados com os partidos políticos.
O Movimento Associativo Independentes tem ainda a meta, mais a médio prazo, de ter no parlamento “uma voz da cidadania”, pois a lei não permite a integração de movimentos independentes.
“Queremos pugnar a mudança da lei, de modo a que (…) os movimentos independentes possam também disputar eleições nacionais. Isto é um objetivo a médio prazo, queremos primeiro consolidar o poder autárquico independente”, declarou o vice-presidente.
Esta convenção é uma das três iniciativas nacionais feitas pelo movimento, que foi formalmente constituído em fevereiro deste ano.
A primeira acção foi, em Janeiro, um fórum que decorreu na Maia, no distrito do Porto, com o tema Cidadania e Reforma do Sistema Político e Eleitoral.

A segunda, também um fórum, aconteceu em Maio, na cidade de Elvas, no distrito de Portalegre, e o assunto era Mais Europa Mais Cidadania.

No sábado realiza-se a primeira convenção nacional independente do movimento, tem como temas principais cidadania e democracia, e é aberto à sociedade civil e à sociedade partidária.
“Nós queremos sempre nas nossas iniciativas ter a voz da sociedade partidária porque não queremos criar aqui clivagens profundas (…). Todos juntos construímos uma democracia mais perfeita”, disse o vice-presidente do movimento.
Segundo a mesma fonte, todos os partidos com assento eleitoral e os partidos emergentes foram convidados para participarem na convenção, contando já com representantes do Aliança, RIR, PS e Nós, Cidadãos!.
“Temos esta panóplia de oradores” afirmou Carlos Magalhães relativamente aos participantes da convenção.
Os oradores vão desde pessoas ligadas ao sistema partidário, cidadãos que não pertencem a partidos ou movimentos, cidadãos que pertencem ao MAIS, representantes de outros movimentos independentes e figuras públicas.
O evento conta já com a participação do político Paulo Morais, da ex-deputada Joana Amaral Dias, da deputada municipal Aline Hall de Beuvink, da deputada à Assembleia da República Joacine Katar Moreira, do ex-autarca e também membro do MAIS Narciso Miranda e da fundadora e presidente da Ordem dos Cidadãos, Isabel Potier.

Noticias Relacionadas