Linhas de Elvas
Elióptica Junho 2018
Nutriprado
Bricoelvas
Sanielvas 358x90 - Nov17
Assine Já
Américo Nunes
Sanielvas 358x90 - Nov17
Bricoelvas

Médicos internos limitados nas urgências e cuidados intensivos

Médicos internos passam a ter um limite de 12 horas semanais de trabalho nos serviços de urgência e nos cuidados intensivos.

26 Fevereiro 2018

Segundo um despacho publicado esta segunda-feira, dia 26, em Diário da República, os médicos internos passam a ter um limite de 12 horas semanais de trabalho nos serviços de urgência e nos cuidados intensivos, a cumprir num único período.

O diploma, que define o regime jurídico da formação médica pós-graduada, determina ainda que o novo modelo da prova nacional de acesso entra em vigor a partir do concurso do próximo ano, resposta que vem ao encontro das pretensões que os médicos e estudantes de Medicina tinham há muito.

Assim, segundo o decreto-lei, os médicos internos podem prestar extraordinariamente até 12 horas de trabalho adicionais por semana nas urgências ou cuidados intensivos, mas só se for "indispensável para assegurar o normal funcionamento" dos serviços e das unidades de saúde.

De acordo com o secretário de Estado, Fernando Araújo, a medida vem “evitar o uso excessivo de internos em horas de urgência”. Algo que se verificava porque os médicos em formação de especialidade não tinham limitações de horas que podiam trabalhar em urgência,

Quanto ao novo modelo da prova nacional de acesso, o mesmo entra em vigor no concurso a abrir em 2019 e trata-se de substituir o "exame Harrison", que está em vigor há 40 anos e que tem sido criticado por ser demasiado focado na memorização.

fonte:noticiasaominuto