alimentos de extremadura
Linhas de Elvas
A Loja da Paula - 25 Anos
Nutriprado
Elióptica Boas Festas
CCDRA
Liberdade Branco
Sanielvas 358x90 - Nov17
Liberdade Branco
Assine Já

Redes Sociais: 33% dos utilizadores admite espiar companheiros

Saiba as principais actividades que os companheiros menos felizes tentam esconder

09 Fevereiro 2018

De acordo com um estudo realizado pela Kaspersky Lab e a Toluna, as redes sociais estão a alterar a privacidade e a transparência nas relações amorosas.

Segundo o mesmo estudo, 33% dos utilizadores das redes sociais admite espiar os companheiros, sendo que em casos de relações instáveis o número pode chegar aos 50%.

Por outro lado, os dados recolhidos indicam que 70% dos inquiridos valorizam mais as suas relações que a sua privacidade, sendo que metade dos casais partilha abertamente as palavras-passe dos seus dispositivos, e um quarto tem as suas contas reconhecidas nos dispositivos dos seus parceiros.

O relatório também avança que são os casais menos felizes que pretendem manter privadas algumas das suas actividades, maioritariamente as mensagens enviadas a outras pessoas, os gastos pessoais, alguns arquivos pessoais e os sites visitados