Coronavírus Covid-19
Linhas de Elvas
Camelo Maio 2020
Jocriauto 012020
Nabeiroauto - Maio 2020
Nabeiroauto - Maio 2020
Jocriauto 012020
Sanielvas 358x90 - Nov17

Portalegre entre os distritos sob aviso amarelo por causa da chuva

Oito distritos de Portugal continental estão hoje sob aviso amarelo devido à previsão de chuva que poderá ser forte, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

01 Abril 2020

Oito distritos de Portugal continental estão hoje sob aviso amarelo devido à previsão de chuva que poderá ser forte, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).
Os distritos de Leiria, Lisboa, Setúbal, Santarém, Portalegre, Évora, Beja e Faro vão estar entre as 08:00 e as 21:00 de hoje sob aviso amarelo devido à previsão de aguaceiros, que poderão ser localmente fortes, de granizo e acompanhados de trovoada.
O aviso amarelo é emitido pelo IPMA sempre que existe uma situação de risco para determinadas actividades dependentes da situação meteorológica.
O IPMA prevê para hoje no continente céu geralmente muito nublado, diminuindo de nebulosidade a partir do final da tarde na região Norte e períodos de chuva tornando-se pouco frequentes na região norte a partir do meio da tarde.
Estão também previstos aguaceiros nas regiões centro e sul a partir da manhã, que poderão ser localmente fortes, de granizo e acompanhados de trovoada..
A previsão aponta também para queda de neve acima de 1000 metros de altitude, subindo a cota para os pontos mais altos da serra da Estrela ao longo do dia e vento fraco a moderado predominando do quadrante sul, temporariamente moderado a forte de sudoeste no litoral e terras altas da região Sul a partir da tarde.
O IPMA prevê ainda para hoje formação de gelo e geada em alguns locais do interior centro, possibilidade de formação de neblina ou nevoeiro matinal, pequena subida da temperatura máxima nas regiões norte e centro e descida da mínima na região sul.
As temperaturas mínimas vão oscilar entre os -1 graus Celsius (na Guarda) e os 6 (em Faro, Lisboa, Aveiro e Porto) e as máximas entre os 8 (na Guarda) e os 17 (no Porto, Braga e em Viana do Castelo).

DD // SB
Lusa