Coronavírus Covid-19
Linhas de Elvas
Bricoelvas
CME Redes Sociais
Elióptica 2020 - Loja Online
Camelo Maio 2020
El Faro - Campanha de Verão
Elióptica 2020 - Proteja os olhos
Jocriauto 012020
Nabeirauto - Opel Mokka
Jocriauto 012020
Sanielvas 358x90 - Nov17
Nabeirauto - Opel Mokka

Temperaturas máximas vão descer entre 6 a 8 graus a partir de hoje

As temperaturas máximas vão descer entre 6 a 8 graus Celsius a partir de hoje em Portugal continental depois de terem estado na quarta-feira próximas dos 30 em algumas regiões, disse à Lusa a meteorologista Ângela Lourenço.

12 Março 2020

As temperaturas máximas vão descer entre 6 a 8 graus Celsius a partir de hoje em Portugal continental depois de terem estado na quarta-feira próximas dos 30 em algumas regiões, disse à Lusa a meteorologista Ângela Lourenço.
O tempo vai mudar a partir de hoje, dia em que já se vai registar uma descida das temperaturas, em especial da máxima, que na quarta-feira esteve próxima dos 30 graus em algumas regiões do continente, de acordo com a meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).
“Na quarta-feira, Portugal continental esteve sob a ação de uma massa de ar quente com uma predominância de sul vinda da região do norte de áfrica. Nestas situações, por vezes, a temperatura sobe consideravelmente por um lado porque não havia nebulosidade e o vento era relativamente fraco”, disse.
Ângela Lourenço esclareceu ser comum em circunstâncias de baixa nebulosidade e vento fraco haver uma subida da temperatura.
“Estamos a falar de temperaturas muito acima da média para o mês de março. No entanto, por vezes estas situações ocorrem neste mês. É mais comum na segunda quinzena de março, mas não é uma situação rara. O mês de março caracteriza-se por ter muitos dias típicos de inverno, mas também de primavera e pontualmente alguns dias mais tipicamente de verão que foi o que aconteceu ontem”, realçou.
De acordo com a meteorologista, Aljezur, no distrito de Faro, foi a localidade onde foi registada a temperatura máxima mais elevada, de 29,6 graus.
“Tivemos muitos locais dos distritos de Setúbal, Beja e Santarém com valores da ordem dos 28. Lisboa esteve com 27. As regiões a sul do Tejo foram as que registaram valores mais elevados”, referiu.
No entanto, segundo Ângela Lourenço, a situação vai mudar a partir de hoje, prevendo-se um regresso da chuva mais provável a partir de dia 15.
“Hoje já vamos ter descida da temperatura principalmente da máxima entre 6 a 8 graus. Nalguns locais ontem [quarta-feira] foram registadas máximas perto dos 30 graus no baixo Alentejo, interior do Alentejo, e vão começar a descer já hoje. Vai haver uma mudança gradual das condições meteorológicas”, disse.
Segundo a meteorologista do IPMA, entre hoje e dia 15 vai haver alguma instabilidade no interior de Portugal continental que poderão dar origem a aguaceiros acompanhados de trovoada, com maior probabilidade a partir de dia 15.
“As regiões com descidas mais acentuadas serão as do centro e sul, que foram as que registaram subidas mais elevadas na quarta-feira. Hoje as temperaturas vão estar entre os 20 e os 24 graus, sendo em alguns locais do interior e próximos do mar de 17/18 graus””, disse.