fitur2018
Linhas de Elvas
Elióptica - A sua visão merece o melhor
Nutriprado
Sanielvas 358x90 - Nov17
Linhas Rádio
Linhas PDF
Sanielvas 358x90 - Nov17
Linhas Rádio

Arquitectar o futuro

Quando a 30 de Junho de 2012 a UNESCO aprovou a classificação das fortificações e muralhas de Elvas como Património da Humanidade, mais não fez que conceder chancela oficial àquilo que era um dado adquirido: o carácter único da nossa monumentalidade.

23 Novembro 2017

Quando a 30 de Junho de 2012 a UNESCO aprovou a classificação das fortificações e muralhas de Elvas como Património da Humanidade, mais não fez que conceder chancela oficial àquilo que era um dado adquirido: o carácter único da nossa monumentalidade. Sendo assim (re)conhecido o rico património construído da urbe elvense, entendo ser igualmente importante valorizar o património humano.
A emigração tem sido, ao longo dos tempos, uma realidade indissociável de Elvas e das suas gentes. Quando falamos da diáspora elvense, identificamos de imediato dois fluxos migratórios principais, ambos com apogeu nas décadas de 60 e 70 do último século. Falo, naturalmente, da antigamente denominada “cintura industrial de Lisboa” e da capital belga, Bruxelas. [...]

.

Jornalista

O artigo que escolheu faz parte integrante da edição do semanário Linhas de Elvas de 30 de Novembro de 2017.  Para continuar a ler, proceda à assinatura em versão papel ou digital do jornal "Linhas de Elvas"

 

Para mais informações aceda a -https://www.linhasdeelvas.pt/media/files/4213_anuncio-versao-pdf.jpg