Coronavírus Covid-19
Linhas de Elvas
Elióptica 2020 - Proteja os olhos
Bricoelvas
Camelo Maio 2020
El Faro - Campanha de Verão
Elióptica 2020 - Loja Online
Jocriauto 012020
Nabeirauto - Crossland X
Sanielvas 358x90 - Nov17
Jocriauto 012020
Nabeirauto - Crossland X

Correios, os carrascos do interior de Portugal

Os Correios nacionais estão a prejudicar quem vive da distribuição atempada de publicações periódicas, a comunicação social das regiões do interior pobre, esquecido, vulnerável e idoso.

08 Julho 2020

As políticas da empresa Correios de Portugal têm conduzido à destruição do tecido empresarial, da coesão e da diversidade cultural de um pequeno país europeu à beira-mar plantado, mas que também tem interior, outrora uma Nação Valente e Imortal!
Primeiro foi o encerrar de estações um pouco por todo o território, sempre prejudicando os mais desfavorecidos, os mais pobres, vulneráveis e idosos.
A classe política nacional, aqueles que se sentam na Assembleia da República geralmente a discutir futilidades, só vários meses e anos após acordaram para as consequências que tais medidas provocaram à maioria do território nacional, aquele que elege poucos deputados por escassez de habitantes. Não satisfeitos com os estragos provocados, aos quais foram obrigados a voltar atrás, os Correios nacionais viraram-se para prejudicar quem vive da distribuição atempada de publicações periódicas, a comunicação social dessas mesmas regiões do interior pobre, esquecido, vulnerável e idoso. A pretexto da pandemia, da falta de pessoal e de outras balelas de má gestão, adiam as entregas de um serviço, que lhes é pago a peso de ouro pelos clientes editoriais, muitas vezes em três e quatro dias.
Os CTT estão a ser os coveiros da imprensa regional e do interior do país sem que ninguém tome medidas para contrariar esta pandemia cultural, pluralista e igualitária.

João Alves e Almeida

Linhas de Elvas - director