Coronavírus Covid-19
Linhas de Elvas
Camelo Maio 2020
El Faro - Abril 2020
Linhas em sua casa
Jocriauto 012020
Nabeiroauto - Maio 2020
Sanielvas 358x90 - Nov17
Jocriauto 012020
Nabeiroauto - Maio 2020

COVID 19: Aprenda a gerir a ansiedade

Na continuação do meu anterior artigo, seguem os restantes os passos para atenuar os sintomas de ansiedade

24 Abril 2020

Na continuação do meu anterior artigo, seguem os restantes os passos do modelo “FACE COVID”, do Dr. Russ Harris, que servem como ferramenta para atenuar os sintomas de ansiedade face a esta pandemia mundial.  Uma vez mais, gostaria de ressalvar que estes passos são apenas ferramentas que podemos usar para nos ajudar a lidar com os  sintomas de ansiedade, e não uma cura para os mesmos. Voltando ao modelo, depois da sigla FACE (falada no anterior artigo), temos a sigla COVID.

O C diz respeito a comitted action, isto é, ação comprometida. Estas são ações guiadas pelos nossos valores, que realizamos porque são importantes para nós, mesmo que nos tragam sentimentos negativos. Aqui entram as ações de prevenção em relação ao vírus, as coisas que temos de fazer para cuidar de nós e dos nossos, entre outras. Ao longo do
dia devemos perguntar-nos a nós mesmos “o que posso fazer agora para melhorar a minha vida e de quem mora  comigo?”. Mesmo que seja uma pequena coisa, como ver um filme com os nossos filhos, façam-no e entreguem-se totalmente a essa ação.
O O significa oppening up e é relativo a criar espaço para que os sentimentos difíceis saiam. Nesta fase que  travessamos, estes sentimentos são reações normais. Assim sendo, em vez de os impedir de sair, devemos deixar espaço para eles, reconhecer a sua normalidade face à situação e tratarmos de nós, tal como trataríamos alguém de quem gostamos.
A letra V refere-se a valores (values). É pensar sobre os nossos valores e deixá-los guiar e motivar as nossas ações comprometidas, como falamos em C. Nesta fase difícil em que temos de cuidar de nós e dos nossos, devemos focar-nos em valores como o cuidado e a gentileza. Compreender o que podemos fazer para ser gentis e cuidadosos connosco e com os que nos rodeiam.
O I é de identify resources, ou seja, identificar recursos. Estes são recursos de ajuda, cuidado e apoio, tais como, amigos, familiares, vizinhos, profissionais de saúde e locais onde são prestados cuidados médicos. É saber quem temos à nossa volta que nos pode ajudar em caso de angústia, saber a quem ligar e mantermo-nos informados sobre a situação do COVID 19 e as orientações a seguir para nos mantermos seguros.

A letra D, desinfect & distance, refere-se aos tão nossos conhecidos hábitos de prevenção em relação ao vírus: desinfetar e/ou lavar as mãos regularmente e manter o distanciamento social.
Sempre que se sentir mais ansioso, pense nestes passos:
F = Foco no que está no nosso controlo
A = Reconhecer sentimentos e pensamentos
C = Voltar ao nosso corpo
E = Envolvermo-nos nas nossas tarefas

C = Ação comprometida
O = Abrir-nos para os sentimentos negativos
V = Valores
I = Identificar recursos
D = Desinfetar e distanciar

Em caso de os seus sintomas de ansiedade começarem a comprometer a sua vida diária, por favor, consulte uma linha de apoio psicológico.
Por fim, deixo em baixo o link do primeiro artigo sobre este tema "COVID 19: Como gerir a ansiedade", bem como um vídeo (clicar aqui), narrado pelo próprio autor desta ferramenta, em que os diversos passos são explicados, de forma a sistematizar o modelo.

Ana Neves
Mestre em Psicologia Clínica e da Saúde pela Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa