Linhas de Elvas
Elióptica Julho 2019
Nutriprado
Liberdade Branco
Sanielvas 358x90 - Nov17
Assine Já
Liberdade Branco

Quem é que não gosta de praia?

A Comissão Europeia está empenhada em manter a qualidade da água das nossas praias sempre a um nível elevado.

Sofia Colares Alves - Chefe de Representação da Comissão Europeia em Portugal

05 Julho 2019

Portugal, um dos países mais convidativos da Europa, é conhecido pelos seus pratos gastronómicos de “comer e chorar por mais”, pelo clima mediterrânico, pela sua autenticidade e tradições muito antigas, mas também pelas fantásticas praias.

Estamos em plena época balnear e teremos muitas pessoas a frequentar as praias ao longo da nossa maravilhosa costa portuguesa.

Para além dos cuidados que já sabemos que devemos ter, frequentemente tomamos como garantido que a nossa praia preferida está sempre limpa e disponível para banhos. Mas isto nem sempre é o caso.

Recorda-se de ter ouvido falar de uma praia ter ficado interdita a banhos?

Estas situações causam-nos sempre algum transtorno. Mas, segundo o mais recente estudo sobre a qualidade da água nas praias Europeias, temos excelentes notícias para lhe dar: os portugueses têm de facto muita sorte.
De todas as zonas balneares portuguesas, 91,1% foram classificadas com nota positiva por satisfazerem as normas de qualidade mais rigorosas, o que corresponde a um número superior à media europeia (85,1%)

A Comissão Europeia está empenhada em manter a qualidade da água das nossas praias sempre a um nível elevado. Estes estudos são um reflexo dessa mesma preocupação porque se não houver um controlo, não se sabe a quantidade de praias ou lagos contaminados por descargas ilegais/águas residuais que podem dar origem a múltiplas doenças e pôr em risco a nossa saúde.

Se a classificação das águas for medíocre, os países podem desaconselhar ou proibir a prática balnear, o que não agrada a ninguém. Os portugueses querem ir à praia sem preocupações! É fundamental continuar a haver este tipo de controlo, e que os estados membros se empenhem nesta questão. A sociedade como um todo deve trabalhar para que possamos usufruir de águas balneares limpas quer seja no verão ou no inverno.

Afinal de contas, quem é que não gosta de praia?