Coronavírus Covid-19
Linhas de Elvas
Bricoelvas
Camelo Maio 2020
Elióptica 2020 - Loja Online
Elióptica 2020 - Proteja os olhos
El Faro - Campanha de Verão
Nabeirauto - Crossland X
Jocriauto 012020
Nabeirauto - Crossland X
Jocriauto 012020
Sanielvas 358x90 - Nov17

Covid-19

Badajoz: Fragoso afasta possibilidade de encerrar fronteira do Caia após pedido de dois municípios espanhóis

O alcaide de Badajoz, Francisco Javier Fragoso, sublinha que os casos de contágio por covid-19 no Alentejo "não justificam, neste momento, o encerramento da fronteira do Caia", que liga as cidades Elvas e Badajoz.

10 Julho 2020

O alcaide de Badajoz, Francisco Javier Fragoso, sublinha que os casos de contágio por covid-19 no Alentejo "não justificam, neste momento, o encerramento da fronteira do Caia", que liga as cidades Elvas e Badajoz.

"Seria inexplicável que esta ligação pudesse encerrar, mas compreendo o medo e o pânico que pode, eventualmente, acontecer numa determinada situação específica de propagação do vírus, porém estou convicto de que, neste momento, não há justificação para encerrar, por exemplo, a fronteira do Caia", frisou hoje o autarca em declarações ao jornal Linhas de Elvas.

"Falamos de uma doença desconhecida em que é necessário aplicar todas as medidas sanitárias para evitar contágios. Isso pode acontecer entre dois municípios de um mesmo país, num determinado bairro de uma cidade, contudo, não sou partidário de que encerrem a fronteira com Portugal porque, entre outras coisas, é a grande esperança do futuro para estas localidades que compõem a Eurocidade", adiantou ao semanário.

Recorde-se que hoje dois municípios espanhóis da província de Badajoz pediram o encerramento dos postos de fronteira com Portugal até que haja um protocolo de saúde para responder ao surto de covid-19 em Reguengos de Monsaraz.

“Solicitamos que sejam iniciados com urgência os procedimentos de encerramento das fronteiras e postos fronteiriços que se encontram nas nossas áreas municipais, permitindo a passagem apenas aos trabalhadores transfronteiriços (...) até que seja estabelecido um protocolo transfronteiriço para o controlo da covid-19 nas áreas fronteiriças”, pedem os presidentes de câmara de Villanueva del Fresno, Ramón Díaz Farías, e Valência del Mombuey, Manuel Naharro Gata, numa carta enviada à Delegação do Governo espanhol da Extremadura.

Noticias Relacionadas