Coronavírus Covid-19
Linhas de Elvas
Camelo Maio 2020
Elióptica 2020 - Loja Online
CME Vote Roncas de Elvas
El Faro - Campanha de Verão
Bricoelvas
Elióptica 2020 - Proteja os olhos
Nabeirauto - 2020
Jocriauto 012020
Jocriauto 012020
Nabeirauto - 2020
Sanielvas 358x90 - Nov17

Inglês e mercado de trabalho: qual a relação efetiva?

O inglês é cada vez mais importante no mercado de trabalho, sendo que muitas empresas exigem esta competência aos seus funcionários. Venha conhecer a relação efetiva entre a língua inglesa e o mercado de trabalho.

28 Fevereiro 2020

Muitos estudantes, quando iniciam a sua jornada pela aprendizagem de idiomas novos, não imaginam a importância que o inglês para iniciantes pode vir a ter na sua vida e no seu futuro.
Hoje em dia, o segundo idioma de maior expressão mundial é o inglês e os conhecimentos desta língua são fundamentais para que se consiga entrar e acompanhar um mercado de trabalho onde as lógicas de concorrência e a saturação dos setores são cada vez mais visíveis.
Com dinâmicas novas e inusuais, ancoradas na internacionalidade de um comércio global e num universo negocial cada vez mais dinâmico, o conhecimento de novos idiomas tornou-se mais importante do que nunca.
Hoje, mais do que em qualquer época precedente, os conhecimentos da língua inglesa e a fluência neste idioma podem ser diferenciadoras na vida de uma pessoa, ajudando a garantir que uma pessoa consegue um determinado emprego e também que consegue progredir na sua carreira.
Já não são apenas as grandes empresas e multinacionais que exigem dos seus funcionários conhecimentos deste idioma, sendo que, mesmo para trabalhos comuns, como a restauração ou o atendimento ao público, esta mais-valia é priorizada no momento da escolha de funcionários.
Venha saber, em concreto, qual é a relação efetiva entre os conhecimentos de inglês e o mercado de trabalho e por que razão é essencial que saiba inglês nos dias de hoje.

Saber inglês é diferenciador

O mercado de trabalho encontra-se mais saturado do que nunca e, como sabemos, os índices de desemprego ainda são bastante elevados.
Hoje, as vagas disponíveis são parcas para a quantidade de pessoas que buscam a oportunidade, o que permite que as empresas possam ser mais exigentes e criteriosas com a escolha dos candidatos.
Saber línguas e, em particular, inglês, é um fator diferenciador no momento de integrar uma equipa, o que torna fundamental a obtenção deste tipo de conhecimento.

Saber inglês pode gerar melhores rendimentos

A fluência na língua inglesa também pode motivar um salário mais elevado dentro de uma empresa, estimando-se que algumas pessoas recebam 61% mais apenas por saberem inglês.
Esta qualificação é muito valorizada pelas empresas, já que, cada vez mais, os negócios acontecem em redes internacionais.

Saber inglês ajuda em reuniões com estrangeiros

Sendo uma das línguas mais faladas do mundo, o inglês é, por norma, a língua oficial utilizada nas reuniões de equipas profissionais internacionais.
No mundo corporativo, cada vez mais globalizado, os funcionários devem ter a capacidade de comunicar em inglês para poderem desenvolver, de forma eficaz, o seu trabalho.
Além de ajudar no tratamento das questões relacionadas com o networking, o inglês é ainda um fio condutor que permite o estabelecimento de contactos profissionais mais estreitos, gerando interesse por parte de outras empresas e profissionais e permitindo um trabalho em rede mais eficaz e benéfico para todos.

Saber inglês abre oportunidades de mudança

Sendo a língua oficial de vários negócios, os conhecimentos deste idioma podem ser fundamentais para que tenha a oportunidade de mudar de trabalho ou mesmo de país.
Saber inglês irá permitir que possa desenvolver a sua atividade profissional em vários países do mundo, ficando apto para aproveitar as mais diversas oportunidades de emprego, um pouco por todo o globo.

Saber inglês facilita a formação

A formação contínua é muito importante em todas as áreas de negócio e é muito comum que estas formações – incluindo as académicas e as universitárias – baseiam-se fortemente em documentos escritos em língua inglesa e em aulas nas quais esta é, também, a língua predominante.
Saber inglês permitirá que avance mais na sua formação e que ganhe melhores competências para poder exercer, de forma eficaz, o seu trabalho.

Saber inglês acompanha os tempos

Desde meados dos anos 70 do século passado, tem havido um crescendo na importância do inglês no mundo profissional, já que foi então que se iniciou um processo de globalização que levaria ao aparecimento de muitas empresas multinacionais.
A globalização e a expansão dos negócios foi muito motivada pelas novas tecnologias e tem feito com que o inglês se torne cada vez mais importante para que se possa integrar determinadas equipas de trabalho e desenvolver diversas atividades, nos mais diversos setores.

Saber inglês pode ajudar na dinâmica cerebral

Além de todas as razões que ajudam na integração do mercado de trabalho, em termos coletivos, existe ainda uma razão pessoal: estudos indicam que pessoas bilingues apresentam uma melhoria nas suas capacidades cerebrais, retardando o envelhecimento e evitando algumas doenças degenerativas.
Assim, para manter um cérebro saudável e ativo, propício para o desenvolvimento das atividades cerebrais, aprender inglês pode, também, ser útil.