Linhas de Elvas
Nutriprado
Alentejo 2020 - Projectos aprovados
Sanielvas 358x90
Sanielvas 358x90

Academia de Música de Elvas actua hoje na Áustria

08 Junho 2016

A Academia de Música de Elvas, a convite da Embaixada de Portugal na Áustria, marca hoje, 8 de Junho, presença no concerto comemorativo do Dia de Portugal, onde vão actuar alguns dos alunos e professores desta instituição de ensino artístico.

Nesta viagem à Áustria vão actuar quatro alunos finalistas, do curso secundário de música, distinguidos ou premiados em diversas ocasiões: André Rosalino, Daniel Lima, João Maria Carvalho e Vladlen Grigorovschi e dois professores David González e Luís Zagalo, assim como uma das maiores figuras do panorama cultural europeu, António Victorino D'Almeida, duas vezes condecorado pelo Presidente da República da Áustria, designadamente com a Grande Insígnia de Prata (por altos serviços prestados às relações culturais entre Portugal e a Áustria) e a Cruz de Honra Austríaca das Ciências e das Artes; condecorado com as insígnias de Cavaleiro da Ordem das Artes e Letras, pela República Francesa; e com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henriques, pelo Presidente da República de Portugal.
A iniciativa tem lugar no auditório da Amadeus International School Vienna, a 8 de Junho, pelas 14:30 horas. Os alunos e professores que vão realizar este concerto têm vindo a trabalhar regularmente para concretizar diferentes momentos interpretativos, sendo exemplo disso, as intervenções/performances realizadas para o ministro da Educação e Ciência; Presidente da República Portuguesa; recepção ao Corpo Diplomático ou Centro Nacional de Difusión Musical, ministro da Cultura, ministro do Planeamento e Infraestruturas, prémio Nobel da Paz, entre outros.

Este ano a iniciativa é inteiramente dedicada à celebração da Portugalidade vertida na Arte Musical, sendo que o programa inclui um repertório com obras de António Victorino D'Almeida, Alfredo Keil, António Fragoso, Fernando Lopes Graça, Luís Costa, entre outros, bem como outras referências incontornáveis da lusofonia como sejam fados imortalizados por Amália Rodrigues e Carlos do Carmo, da autoria de José Luís Tinoco, David Mourão Ferreira, Ary dos Santos ou temas consagrados pela lucidez criativa de José Calvário ou Paulo de Carvalho.