alimentos de extremadura
Linhas de Elvas
Bricoelvas
El Faro - Campanha de Verão
Elióptica 2020 - Proteja os olhos
Elióptica 2020 - Loja Online
Camelo Maio 2020
Jocriauto 012020
Nabeirauto - Crossland X
Jocriauto 012020
Nabeirauto - Crossland X
Sanielvas 358x90 - Nov17

Covid-19

Portugal regista mais três mortos e 203 infectados. Alentejo ultrapassa a barreira dos 700 casos

Portugal regista hoje mais três mortes e 203 novos casos de infecção por covid-19 em relação a terça-feira, segundo o boletim diário da Direcção-Geral de Saúde (DGS).

29 Julho 2020

Portugal regista hoje mais três mortes e 203 novos casos de infecção por covid-19 em relação a terça-feira, segundo o boletim diário da Direcção-Geral de Saúde (DGS).
De acordo com o boletim, desde o início da pandemia até hoje registaram-se 50.613 casos de infecção confirmados e 1.725 mortes.
A região de Lisboa e Vale do Tejo, onde continua a haver mais surtos activos de covid-19, totaliza hoje 25.763 casos, mais 146 do que no dia anterior, o que representa 72% dos casos do país.
Em termos percentuais, nas últimas 24 horas, o aumento de óbitos foi de 0,17% (passou de 1.722 para 1.725) e o de casos confirmados de 0,4% (de 50.410 para 50.613).
Em número de casos, Lisboa e Vale do Tejo lidera, com 25.763, seguida pela região Norte (18.585, com 36 novos casos), a região Centro (4.429, mais sete casos). O Algarve tem mais cinco casos (858), e o Alentejo tem 706 casos, mais nove do que na véspera.
Nos Açores, mantêm-se os 167 casos e a Madeira mantém em 105 o número de infectados com SARS-Cov-2, que provoca a doença covid-19.
A região Norte continua a registar o maior número de mortes (828), seguida da região de Lisboa e Vale do Tejo (594), o Centro (252), Alentejo (21), Algarve (15) e Açores (15).
Segundo o boletim que retrata a situação epidemiológica da covid-19, as três mortes foram registadas em Lisboa e Vale do Tejo e as três vítimas tinham mais de 80 anos.
Nas últimas 24 horas, o número de pessoas internadas subiu para 403, mais uma do que na terça-feira, e nos cuidados intensivos estão agora 43 pessoas (mais duas).
Por faixas etárias, o maior número de óbitos concentra-se nas pessoas com mais de 80 anos (1.159), seguidas das que tinham entre 70 e 79 anos (333), entre 60 e 69 anos (153) e entre 50 e 59 anos (55). Há ainda 20 mortos registados entre os 40 e 49 anos, três entre os 30 e 39 e dois entre os 20 e 29 anos de idade.
Em termos globais, há mais infectados na faixa etária entre 40 e 49 anos (8.370, mais 37 casos do que na véspera), depois entre 30 e 39 anos (8.258, um aumento de 22 casos), 20 e 29 anos (7.754, mais 50 casos), 50 a 59 anos (7.678, mais 36), seguida das pessoas com mais de 80 anos (5.799, mais seis).
As autoridades de saúde têm sob vigilância 35.339 pessoas, mais três face a terça-feira, e 1.600 aguardam resultado laboratorial, mais quatro.
O número de doentes dados como recuperados da covid-19 aumentou para 35.875, mais 249 do que no dia anterior.
A pandemia de covid-19 já provocou mais de 654 mil mortos e infectou mais de 16,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

CC // ZO
Lusa

Relatorio de 29 de Julho