Coronavírus Covid-19
Linhas de Elvas
Camelo Maio 2020
Nabeiroauto - Maio 2020
Jocriauto 012020
Sanielvas 358x90 - Nov17
Jocriauto 012020
Nabeiroauto - Maio 2020

Turismo do Alentejo/Ribatejo adquire ventiladores para unidades hospitalares

Os ventiladores, cuja entrega deverá acontecer em Maio, serão oferecidos ao Hospital do Espírito Santo, Évora; Hospital José Joaquim Fernandes, Beja; Hospital José Maria Grande, Portalegre; Hospital de Santa Luzia, Elvas; Hospital do Litoral Alentejano, Santiago do Cacém; e ao Hospital Distrital de Santarém.

03 Abril 2020

No âmbito da sua política de responsabilidade social e de sustentabilidade do destino, a Comissão Executiva da Entidade Regional de Turismo do Alentejo/Ribatejo (ERT) lançou esta quinta-feira um convite para aquisição de ventiladores, com o objectivo de ajudar a reforçar as respostas das unidades hospitalares, integradas no território de atuação da instituição, no combate à pandemia da Covid-19.

O objectivo, nas palavras do presidente da ERT, António Ceia da Silva, é auxiliar de forma solidária uma luta humanitária que é de todos e transversal a todos os sectores de actividade. “Acima de tudo, e numa fase em que é imperativo reforçar sinergias no sentido de combater a pandemia do novo coronavírus, a Turismo do Alentejo / Ribatejo assume como prioridade a segurança e a saúde dos turistas, mas também das comunidades das duas regiões. Numa primeira fase, consideramos determinante a oferta de equipamentos vitais para uma pronta resposta dos nossos hospitais”.

Os ventiladores, cuja entrega deverá acontecer em maio, serão oferecidos ao Hospital do Espírito Santo, Évora; Hospital José Joaquim Fernandes, Beja; Hospital José Maria Grande, Portalegre; Hospital de Santa Luzia, Elvas; Hospital do Litoral Alentejano, Santiago do Cacém; e ao Hospital Distrital de Santarém.

Á semelhança da maioria dos restantes serviços do país, a Entidade Regional de Turismo do Alentejo / Ribatejo encontra-se a trabalhar em teletrabalho, mas atenta à situação de Emergência Nacional e solidária com turistas, visitantes, residentes no território e como todos os profissionais que neste momento se encontram na linha da frente do combate à Covid-19, deixa o alerta para que todos os cidadãos cumpram as diretivas da Direção Geral de Saúde e do Governo. “Neste momento, o mais importante é zelarmos pela saúde de todos e contribuirmos para travar de forma responsável esta pandemia”, afirma António Ceia da Silva.