Coronavírus Covid-19
Linhas de Elvas
Linhas em sua casa
CCDRA 4º Trimestre 2019
El Faro - Abril 2020
Nabeiroauto - Abril 2020
Jocriauto 012020
Linhas de Elvas
Nabeiroauto - Abril 2020
Assine Já
Linhas de Elvas
Sanielvas 358x90 - Nov17
Jocriauto 012020

Feira agropecuária Ovibeja deste ano cancelada

A Associação de Agricultores do Sul (ACOS) explica que a edição deste ano da feira foi cancelada "atendendo à emergência de saúde pública no âmbito da pandemia Covid-19".

17 Março 2020

A feira de agropecuária Ovibeja, prevista decorrer entre 29 de abril e 03 de maio, foi cancelada, devido à pandemia de Covid-19, e a próxima edição deverá realizar-se em abril de 2021, foi hoje anunciado.
Em comunicado enviado à agência Lusa, a organizadora, a Associação de Agricultores do Sul (ACOS), explica que a edição deste ano da feira foi cancelada "atendendo à emergência de saúde pública no âmbito da pandemia Covid-19".
Também foi cancelado o Concurso Internacional de Azeites Virgem Extra - Prémio CA Ovibeja deste ano, refere a ACOS, agradecendo a compreensão de todos os afetados pelo cancelamento e "todo o interesse" até hoje "demonstrado" na edição deste ano da Ovibeja por parte de expositores, patrocinadores, entidades oficiais, fornecedores e visitantes.
"A Ovibeja é feita pelas pessoas e para as pessoas e só faz sentido com os sentimentos de responsabilidade, de pertença e de festa que a caracterizam, razão pela qual o evento não foi adiado, mas sim cancelado", explica a ACOS.
Como tal, o "recolhimento forçado em função da pandemia de Covid-19 deverá funcionar como uma importante fase de reflexão e de consciência cívica", sublinha, frisando que "Agricultura ConsCiência", o tema que tinha sido escolhido para a Ovibeja deste ano, "reflete essa postura de defesa do que é mais genuíno, em conformidade com os desafios colocados pela ciência".
A ACOS informa que o secretariado da edição deste da Ovibeja vai manter-se em funcionamento para esclarecer e regularizar todas as situações com os seus expositores e outras entidades envolvidas.
O coronavírus responsável pela pandemia da Covid-19 infetou mais de 189 mil pessoas, das quais mais de 7.800 morreram.
Das pessoas infetadas em todo o mundo, mais de 81 mil recuperaram da doença.
O surto começou na China, em dezembro, e espalhou-se por mais de 146 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.
Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou hoje número de casos confirmados de infeção para 448, mais 117 do que na segunda-feira, dia em que se registou a primeira morte no país.
Dos casos confirmados, 242 estão a recuperar em casa e 206 estão internados, 17 dos quais em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI).