Coronavírus Covid-19
Linhas de Elvas
Linhas em sua casa
CCDRA 4º Trimestre 2019
El Faro - Abril 2020
Nabeiroauto - Abril 2020
Linhas de Elvas
Jocriauto 012020
Assine Já
Linhas de Elvas
Jocriauto 012020
Nabeiroauto - Abril 2020
Sanielvas 358x90 - Nov17

covid-19 -

Cancelados vários espetáculos taurinos em Portugal

O presidente da Associação Portuguesa de Empresários Tauromáquicos (APET), Paulo Pessoa de Carvalho, refere que o surto de Covid-19 já levou ao cancelamento de vários espetáculos taurinos no país.

12 Março 2020

O presidente da Associação Portuguesa de Empresários Tauromáquicos (APET), Paulo Pessoa de Carvalho, disse hoje à agência Lusa que o surto de Covid-19 já levou ao cancelamento de vários espetáculos taurinos no país.
"A situação vai prejudicar muito a atividade tauromáquica, sendo mais um problema que o setor vai ter de enfrentar", afirmou.
Em Portugal, já foram cancelados para este mês e abril festejos taurinos em Beja, Moita do Ribatejo (Setúbal) e Alpalhão, no concelho de Nisa, distrito de Portalegre.
Os espetáculos taurinos previstos para este mês em Redondo (Évora) e Almeirim (Santarém) foram suspensos.
Os empresários da praça de touros Celestino Graça, em Santarém, tinham também já anunciada uma corrida de touros para o dia 22 deste mês, mas foi adiada para 26 de abril.
Em “risco” estão também espetáculos agendados para Estremoz (Évora), Chamusca (Santarém) e Vila Franca de Xira (Lisboa).
O novo coronavírus responsável pela Covid-19 foi detetado em dezembro, na China, e já provocou mais de 4.600 mortos em todo o mundo, levando a Organização Mundial de Saúde a declarar a doença como pandemia.
O número de infetados ultrapassou as 125 mil pessoas, com casos registados em cerca de 120 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 78 casos confirmados.
Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) atualizou hoje o número de infetados, que registou o maior aumento num dia (19), ao passar de 59 para 78, dos quais 69 estão internados.
A região Norte continua a registar o maior número de casos confirmados (36), seguida da Grande Lisboa (17) e das regiões Centro e do Algarve (três cada).
O boletim divulgado hoje assinala também que há 133 casos a aguardar resultado laboratorial e 4.923 contactos em vigilância, mais 1.857 do que na quarta-feira.
No total, desde o início da epidemia, a DGS registou 637 casos suspeitos.
HYT // MLM