Linhas de Elvas
Nutriprado
Alentejo 2020 - Projectos aprovados
Sanielvas 358x90
Sanielvas 358x90

Projecto EMPREENDER + chegou ao fim

Com quase uma centena de empresas criadas , o projecto Alentejo EMPREENDER + chegou ao fim

29 Agosto 2017

Quase uma centena de empresas criadas

Empreender +

 O projeto Alentejo EMPREENDER + chegou ao fim cumprindo ou superando todos os indicadores de resultados contratados, sejam atividades e produtos ou número de empresas criadas, incluindo as inseridas em setores de alta e média-alta tecnologia e em serviços intensivos em conhecimento. É pelo menos essa a convicção das Associações Empresariais de Portalegre (NERPOR), Évora (NERE), Beja (NERBE) e Santarém (NERSANT) que, em conjunto, promoveram terça-feira, dia 29, uma conferência de imprensa dedicada ao encerramento do mesmo onde se apresentaram os resultados finais do projeto, sua divulgação e disseminação de produtos gerados.

Sem quaisquer custos para todos quantos quiseram criar uma empresa ou iniciar uma atividade num dos concelhos pertencentes às zonas do Alto Alentejo, Alentejo Central, Baixo Alentejo e Lezíria do Tejo, o projecto EMPREENDER + procurou dinamizar o empreendedorismo qualificado e criativo,  identificando um conjunto de oportunidades de negócio com vista à criação de novas empresas assentes nos Domínios de Especialização das Estratégias de Investigação e Inovação para uma

especialização inteligente no Alentejo.

Na ocasião, Jorge Pais, presidente do NERPOR, destacou “a importância do papel das Associações Empresariais na dinamização do tecido económico regional, constatando-se serem estas as entidades melhor posicionadas e vocacionadas para este efeito, esperando-se pois que o Alentejo 2020 venha rapidamente a abrir novas candidaturas neste domínio para permitir a realização de novas ações deste tipo que estimulem o aparecimento de novas empresas na região Alentejo”.

O projeto Alentejo EMPREENDER + é um projecto SIAC, Sistema de Apoio a Acções Colectivas,

aprovado pelo Programa Operacional Regional do Alentejo, cofinanciado pelo Alentejo 2020, Portugal 2020 e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional e serviu para formalizar 93 projectos  em cujos seminários participaram mais de 750 participantes.

O projecto, que teve um custo total de 310 mil euros, teve no sector agroalimentar a sua maior percentagem de êxito concretizável.

À  conferência de imprensa assistiram, para além dos membros directivos do NERPOR liderados pelo seu presidente, Jorge Pais, Delfina Marques pelo NERE, Filipe Pombeiro pelo NERBE e António Campos pelo NERSANT.

Empreender +