Linhas de Elvas
Nutriprado
Elióptica - Cuidamos da sua visão
Sanielvas 358x90 - Nov17
Linhas Rádio
Sanielvas 358x90 - Nov17
Linhas PDF
Linhas Rádio

CDU entregou listas a todos os órgãos autárquicos no Tribunal de Elvas

As listas de candidatos da Coligação Democrática Unitária (CDU) foram entregues esta sexta-feira, dia 4, no Tribunal de Elvas.

04 Agosto 2017

As listas de candidatos da Coligação Democrática Unitária (CDU) foram entregues esta sexta-feira, dia 4, no Tribunal de Elvas.

O acto contou com a presença dos primeiros candidatos à Câmara e à Assembleia Municipal de Elvas, Manuela Cunha e Filipe Mota, assim como do mandatário da candidatura João Orelhas.

A CDU apresenta candidatos a todos os órgãos autárquicos do concelho de Elvas, e afirma que com a formalização desta entregue está dado “um importante passo na afirmação da candidatura da CDU a todos os órgãos autárquicos do concelho de Elvas, pretendendo reforçar a nossa presença e  assumir todas as responsabilidades que os elvenses legarão em nós. Confiantes de que a população deste concelho depositará certamente na nossa candidatura e garantindo que podem contar com a nossa contribuição para desenvolver o nosso Concelho  na senda  do progresso social, económico e cultural”.

Sobre a cabeça de lista ao Município de Elvas, sublinha que é “a primeira mulher na história do poder democrático autárquico em Elvas a candidatar-se a este órgão”, acrescentando que os restantes elementos, “homens e mulheres que se apresentam ao sufrágio eleitoral no dia um de outubro, são conhecedores da realidade, dos problemas e dos desafios que se colocam ao desenvolvimento deste concelho de Elvas, mas também de toda esta Região. Candidatos disponíveis para servir as populações e com uma reconhecida capacidade de realização e competência, enraizada na identidade e cultura das nossas  gentes e desta terra”.

A CDU termina dizendo que são “uma força que faz da participação popular e da proximidade às populações o eixo fundamental do seu estilo de exercício de poder, assente numa política de verdade e transparência com as populações”.