Linhas de Elvas
Alentejo 2020 - Projectos aprovados
Nutriprado
Sanielvas 358x90
Sanielvas 358x90

Peregrinação a Fátima

A segunda peregrinação a Fátima da Pastoral Penitenciária realizou-se no passado dia 16 de Julho.

31 Julho 2017

“Com Maria peregrinos na esperança e na paz”. Com esta frase chave, que tem marcado todas as peregrinações a Fátima, neste ano centenário das aparições, a começar na peregrinação dos dias 12 e 13 de Maio, onde marcou presença o Papa Francisco, realizou-se a II peregrinação a Fátima da Pastoral Penitenciária, no passado dia 16 de Julho. O MTA de Elvas esteve presente, com o seu projeto “Mateus 25” do qual participaram 4 voluntários 2 ex-reclusos e dois familiares dos mesmos.

Aberta a capelães dos estabelecimentos prisionais, voluntários, reclusos, ex-reclusos, técnicos, guardas e outras pessoas ligadas ao sistema judicial e penitenciário, a peregrinação contou com cerca de 200 pessoas e teve o seguinte programa:
10.30h – Acolhimento no Seminário do Verbo Divino onde houve troca de experiências, informações e distribuição de Tarefas, e conversa informal entre todos(as)
11.OO h- Caminhada, “com Maria peregrinos na Esperança e na Paz”. Durante cerca de 1km, fomos caminhando até à Basílica da Santíssima Trindade, rezando os mistérios do Rosário e tendo como intenção todos os reclusos dos vários estabelecimentos prisionais do país e todos os que lá trabalham.
12.30h- Eucaristia presidida por D. Joaquim Mendes, bispo da Pastoral Penitenciária e da Mobilidade Humana, que na homilia animou a todos a continuar a ser nas cadeias uma presença de Alegria e de Esperança, levando a mensagem que o Papa Francisco nos deixou em Fátima: “Temos Mãe”. Esta Mãe irá connosco e nos ajudará a conduzir a todos para Cristo.
Depois da Eucaristia, tivemos almoço/convívio, de novo no Seminários do Verbo Divino, e às 15.30h, Oração de despedida na Capelinha das Aparições que incluiu a consagração de todos a Maria, Mãe da Esperança, para com ela sermos presença da Igreja para continuarmos nas cadeias de Portugal a “ levar a Boa Nova aos pobres, proclamar a liberdade aos prisioneiros e oprimidos e restituir a vista aos cegos”
Junto da Mãe Recuperámos forças para cumprir o que nos pede Jesus: “Estava preso e visitaste-Me”

Maria de Fátima Magalhães stj