Linhas de Elvas
Nutriprado
Alentejo 2020 - Projectos aprovados
Sanielvas 358x90
Sanielvas 358x90

Chamas "fora de controlo" no distrito de Portalegre

O fogo em Nisa, no distrito de Portalegre, com origem no que lavra em Vila Velha de Ródão, distrito de Castelo Branco, chegou a estar dominado em cerca de 90%, mas agravou-se ontem.

27 Julho 2017

O fogo em Nisa, no distrito de Portalegre, com origem no que lavra em Vila Velha de Ródão, distrito de Castelo Branco, chegou a estar dominado em cerca de 90%, mas agravou-se ontem.

Os fogos de Amieira do Tejo e de Portas de Rodão mobilizam mais de 400 operacionais e, pelas 9h30 de hoje, ainda eram dados como fora de controlo.

As autoridades de Nisa activaram de madrugada o Plano Municipal de Emergência e Proteção Civil para apoiar a população de "forma mais eficiente", perante um incêndio que é "uma incógnita", disse a presidente da autarquia, Idalina Trindade.

Os habitantes de Albarrol, Falagueira e Vila Flor foram evacuados na noite desta quarta-feira e foram encaminhados para o Pavilhão Municipal de Nisa, onde já se encontram cerca de 50 pessoas. Em Amieira do Tejo, o lar decidiu retirar o seus utentes de forma a prevenir problemas respiratórias. Várias estradas foram cortadas devido ao fogo.

O regresso dos meios aéreos na manhã de hoje retoma a esperança de controlar o incêndio, ainda que, de acordo com a autarca de Nisa, seja "uma incógnita".

Todos os incêncidos que lavravam há vários dias no distrito de Castelo Branco foram dados como controlados na manhã desta quinta-feira.

No combate ao fogo estão centenas de bombeiros de Portugal, forças oriundas de Espanha e chega hoje um meio aéreo de Marrocos.

Os incêndios florestais já consumiram, este ano, 75.264 hectares de florestas, a maior área ardida da última década em Portugal.