acerca otoño 2
Linhas de Elvas
Nutriprado
Elióptica - Cuidamos da sua visão
Sanielvas 358x90
Linhas PDF

Extremadura celebra o Dia de Portugal

Para assinalar o Dia de Portugal, o Governo Regional da Extremadura programou, em várias localidades, uma série de actividades.

08 Junho 2017

No próximo dia 10 de Junho comemora-se o Dia de Portugal, Camões e das Comunidades Portuguesas e o Governo Regional da Extremadura programou, em várias localidades, uma série de actividades relacionadas com a música, a arte, a literatura, o cinema, a gastronomia e o artesanato de Portugal.
A gastronomia portuguesa terá uma relevância especial neste Dia de Portugal com a “Rota do Petisco”, uma rota da tapa portuguesa em 25 bares e restaurantes de Badajoz e 21 estabelecimentos em Cáceres, de 9 a 11 de Junho.
Nas instalações da Escola Superior de Hotelaria e Agroturismo da Extremadura, em Mérida, terão lugar na próxima sexta-feira, 9 de Junho, dois workshops de cozinha alentejana com o chef Manuel Fialho e una prova de produtos do Alentejo, tudo isto com o apoio da Confraria Gastronómica do Alentejo.
Entre as novidades deste ano, convém destacar um atelier infantil de cerâmica que terá lugar na Sala Terracota de Mérida, a 10 de Junho, e na qual os mais pequenos poderão fazer uma viagem pela história da cerâmica na Extremadura e no Alentejo. As cidades de Évora, Reguengos de Monsaraz, São Pedro do Corval e Salvatierra de los Barros são algumas das paragens que nos ajudarão a apreciar a riqueza de formas e cores desta tradição milenária, que finalizará com um ícone tão português como é a típica sardinha.
Também a arte é uma das muitas atividades sobre as quais vai girar esta celebração do Dia de Portugal na Extremadura, e já desde o passado 2 de Junho é possível visitar na Sala de Atividades Alternativas de Olivença uma exposição do aguarelista português Carlos Santos Marques e membros do coletivo Invent`art Atelier.
A 8 de Junho é inaugurado no Edifício Badajoz Siglo XXI uma importante exposição que reúne fundos de arte contemporânea dos museus MACE (Museu de Arte Contemporânea de Elvas) e do MEIAC (Museu Extremenho e Ibero-americano de Arte Contemporânea), com o fim de imaginar e desenhar o mapa da eurocidade Elvas-Badajoz-Campo Maior e visualizar a relação que ambos museus têm mantido ao longo dos últimos anos.
Também o Centro de Artes Visuais da Fundação Helga de Alvear realizará uma visita guiada em português à exposição do artista Jürgen Klauke, recentemente inaugurada.
Dentro da programação do Festival Ibérico de Música de Badajoz, a 11 de Junho terá lugar na Residência Universitária da Fundação Caja Badajoz um concerto de solistas da Orquestra Sinfónica Juvenil Portuguesa que interpretará obras de Brahms, Grieg e Spohr.
Por sua parte, a Filmoteca da Extremadura programou nas suas sedes de Cáceres, Badajoz e Mérida a projeção da trilogia “As mil e uma noites” do realizador português Miguel Gomes. Trata-se de uma versão moderna desta obra da literatura universal em três episódios que levam por título “O inquieto”, “O desolado” e “O encantado”.
Também as bibliotecas da região da Extremadura se unem a este Dia de Portugal e programaram diferentes atividades. O Clube de leitura de português A língua de Camões organizou para a tarde de 10 de Junho, na Biblioteca Pública “Bartolomé J. Gallardo” de Badajoz, um pequeno concerto de fados, uma conferência sobre o humor na literatura portuguesa, uma maratona de leitura em língua portuguesa e a exposição “Mais que a leitura”.
A Biblioteca da Extremadura (Plaza de Ibn Marwan s/n) expõe até Setembro Extremadura e Portugal, Letras sem fronteiras. Trata-se de uma ampla amostra que abrange várias décadas de publicações relacionadas com Portugal e reúnem atividades de diversa índole e temática: estudos literários e artísticos, os primeiros congressos transfronteiriços, a revista literária Suroeste (continuadora da desaparecida Espacio-Espaço Escrito), edições de clássicos portugueses, urbanismo, gastronomia, história, política ou imprensa, procedentes do fundo patrimonial da Biblioteca.
Por outro lado, livrarias de Badajoz, Cáceres, Mérida e Olivença participam também na celebração com uma amostra de autores portugueses e publicações relacionadas com Portugal, que ocuparão um lugar de destaque nos seus expositores entre os dias 5 e 15 de Junho.
Todas las atividades programadas, sob a coordenação da Direção Geral de Ação Exterior, são promovidas por inúmeras entidades extremenhas e portuguesas: Secretaria-Geral da Cultura da Junta da Extremadura; Extremadura Avante; Biblioteca Regional da Extremadura; Biblioteca Pública de Badajoz; Instituto Camões; Escola de Hotelaria e Agroturismo da Extremadura; Editora Regional; Filmoteca da Extremadura; Fundação Helga de Alvear; Confraria Gastronómica do Alentejo; Museu Extremenho e Ibero-americano de Arte Contemporânea de Badajoz; Sociedade Filarmónica de Badajoz; Museu de Arte Contemporânea de Elvas; Sala Terracota; Club de Leitura de português A língua de Camões; Fundação Caja Badajoz; 46 estabelecimentos de hotelaria de Cáceres e Badajoz, e 9 livrarias extremenhas.